Paralisação dos caminhoneiros continua no Maranhão, diz representante da categoria - Maranhão News

Maranhão News

Notícias do Maranhão, Brasil e do Mundo

http://www.maranhaonews.net/

Breaking

Home Top Ad

http://www.maranhaonews.net/

Post Top Ad

http://www.maranhaonews.net/

28 maio, 2018

Paralisação dos caminhoneiros continua no Maranhão, diz representante da categoria

Cristian Cavalcante afirma que a greve dos caminhoneiros no estado só irá terminar quando o governo federal aceitar todas as propostas. 


A paralisação espontânea dos caminhoneiros no Maranhão que já dura oito dias deve continuar por tempo indeterminado, é o que afirma o advogado Cristian Cavalcante que representa os interesses da categoria. Até esta segunda-feira (28) mais de três mil caminhões estão parados em rodovias no estado. 

O advogado explica que a greve dos caminhoneiros no estado só irá terminar quando o governo federal aceitar as propostas apresentadas. Dentre elas, estão a diminuição dos tributos, política de financiamento de veículos novos e frete mínimo, além de mais segurança nas estradas e melhores condições de tráfego. 

"A recomendação jurídica que nós temos dados aos caminhoneiros é que continue a paralisação até que tenha uma proposta política séria que leve em conta a vida dos caminhoneiros e consequentemente de todos os usuários de veículos porque é inadmissível uma alta tão grande que em menos de dois anos já se teve um aumento de 120 vezes dos combustíveis no Brasil", disse o advogado. 

Advogado Cristian Cavalcante representa caminhoneiros no Maranhão (Foto: Domingos Ribeiro/Mirante AM)

Ele afirma que os caminhoneiros não estão aceitando a proposta apresentada pelo governo e por isso todos os 16 pontos de bloqueio em rodovias vão continuar até que um novo acordo seja proposto. Cristian Cavalcante acrescenta que a proposta que diz respeito a carga tributária é a mais visada pelos caminhoneiros, já que ela atualmente não está acordada com a categoria. "A proposta tem que ser elaborada com muito carinho e não pode ser uma proposta eleitoreira, política e muito menos uma proposta que nem pode ser verdade. A proposta que a gente tem apresentado diz respeito a carga tributária, que é a segunda mais alta do mundo. A gente quer que ela seja revista, pois ela não vai de encontro com a categoria". 

Cavalcante pontua que a população está ajudando os caminhoneiros com doações e ressalta que o movimento já não é mais apenas de interesse da categoria. “Esse movimento não é mais dos caminhoneiros e sim de toda a população”, finalizou. 

Greve dos caminhoneiros no Maranhão 

Pela alta nacional do óleo diesel, vários trechos de rodovias federais permanecem bloqueados no Maranhão. Os atos dos caminhoneiros foram iniciados na última segunda-feira (21)

Trecho da BR-135 que tem protesto de caminhoneiros, em São Luís (Foto: Divulgação / PRF)

Por conta do movimento, reflexos já podem observados em vários segmentos. Nesta segunda-feira (28) a frota de ônibus foi reduzida em 70% na capital, de acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de São Luís (SET). Além disso, os campus de universidades no Maranhão decidiram paralisar as suas atividades por conta da falta de combustível. 



Fonte: G1 MA




Nenhum comentário:

Post Bottom Ad

http://www.maranhaonews.net/

Páginas