Presos dois envolvidos na invasão da unidade da PRF de Açailândia

Os criminosos confessaram participação no ataque criminoso; polícia segue em busca do resto da quadrilha

Equipes da PRF em estrada vicinais em busca dos criminosos. (Foto: divulgação / PRF)


AÇAILÂNDIA - Dois homens foram presos e confessaram participação na ação criminosa, que aconteceu na noite de sexta-feira (23), na Unidade Operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Açailândia. Na ocasião, o bando, formado por seis criminosos, disparou tiros contra o posto policial, fazendo um policial como refém.

De acordo com a PRF, uma verdadeira caçada, junto com outras forças policiais, está sendo feita afim de prender a quadrilha responsável pelo ataque na unidade da PRF, em Açailândia.

De acordo com os levantamentos iniciais, os criminosos objetivavam adquirir armas e coletes balísticos para serem usados em arrombamento de caixas eletrônicos e roubo a bancos.

Entenda o caso

Por volta das 22h50 de sexta-feira (23), a Unidade Operacional da PRF de Açailândia, localizada na BR-222, foi alvejada por tiros de arma calibre 12 e por tiros de pistolas, disparados por seis homens encapuzados que invadiram o posto usando como escudo um policial militar.

Poucos minutos antes de atirar na UOP, os seis assaltantes, invadiram uma base da Polícia Militar localizada na BR-222, em Pequiá, no município de Açailândia, e levaram refém um policial militar que estava no local. Em seguida, dirigiram-se para a UOP PRF.

Após a invasão da Unidade, que quase nada rendeu aos assaltantes, eles fugiram no sentido decrescente da via (Açailândia para Buriticupu), mas abandonaram a viatura da PM e uma picape branca, deixando para trás o refém.

Logo em seguida, um grande aparato policial foi montado, com equipes do Maranhão e do Pará, juntamente com a Polícia Militar do Maranhão. Deu-se início a caçada aos assaltantes, sendo o deslocamento de algumas equipes realizado por estradas vicinais ou mesmo a pé pelo mato.

Por volta das 8h da manhã de sábado (24) uma equipe, após seguir rastros no chão molhado, chegou a uma casa localizada no bairro Plano da Serra, no município de Açailândia. Os policiais relataram a situação e solicitaram entrada na casa, a qual foi autorizada pelo proprietário. A equipe adentrou no imóvel e encontrou um dos acusados e, com ele, algumas roupas e botas molhadas, bem como um iPhone quebrado no quintal, que apurou ser da vítima da Saveiro. Posteriormente a equipe, juntamente com a PM e o conduzido foram na casa de um segundo envolvido, seu vizinho, onde foram encontradas um espingarda calibre 32 e uma réplica de pistola.

Os outros envolvidos continuam sendo procurados pelas equipes da PRF e da PM. Um dos indivíduos presos admitiu que através de seu comparsa teve contato com outros quatro bandidos que vieram de Goiânia (GO) e estavam tentando arrecadar armas e caminhonetes para roubarem caixas eletrônicos. Informou ainda que há um mês saiu da prisão, onde cumpria pena por porte ilegal de arma de fogo. Os conduzidos foram encaminhados para autoridade policial para as providências devidas.

A PRF informou que a qualquer momento poderão acontecer novas prisões de outros envolvidos.

Fonte: IMIRANTE.COM








Distributed by MyBloggerThemes | Designed by OddThemes