PRF apreende 1.500 unidades de medicamento sem nota fiscal em Caxias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 1.500 unidades de medicamento sem documentação fiscal, por volta das 15h40 de terça-feira (9), em Caxias. A apreensão aconteceu após abordagem da PRF à um automóvel no km 542 da BR-316.

De acordo com a PRF, o carro era ocupado pelo condutor e uma passageira. No momento da abordagem, os policiais observaram que no veículo havia algumas caixas embaladas, fazendo com que os policiais rodoviários suspeitassem do que estava sendo transportado no interior das mesmas.

A PRF constatou que o porta-malas estava repleto das mesmas caixas, que acondicionavam medicamentos.

Ao ser indagado sobre a mercadoria, o condutor afirmou que adquiriu os medicamentos em uma empresa localizada em Teresina-PI, sendo entregue pelo filho do proprietário da empresa.

Ao ser questionado sobre a nota fiscal da mercadoria, o condutor alegou não possuir. Foi dado um prazo para envio da nota fiscal ao posto da PRF para ser certificado de que se tratava apenas do fato de não portar a nota fiscal.

Foi enviado ao posto de PRF uma nota fiscal emitida por uma distribuidora, que havia sido emitida às 16h02, dessa terça-feira, ou seja, minutos após à abordagem do veículo.

Na nota fiscal constava que a mesma havia sido emitida para uma quantidade de 750 unidades de Flagimax Ped 40mg, quando no interior do veículo havia sido encontrado 21 caixas contendo 70 unidades de Flagimax Ped 40mg, e uma contendo 30 unidades do mesmo medicamento, totalizando 1.500 unidades.


Após uma rápida consulta na internet, a PRF tomou conhecimento de que o medicamento é um antibiótico que somente pode ser vendido sob prescrição médica.

Diante das informações obtidas, foi constatada, a princípio, ocorrência de transporte de mercadoria nacional sem nota fiscal.








Distributed by MyBloggerThemes | Designed by OddThemes