Polícia procura por quadrilha de roubo a carros que agia no Maranhão e em mais seis estados

dezembro 04, 2017

De acordo com as investigações, os bandidos vendiam os veículos roubados forjando documentos que adulteram a identificação dos veículos.


Uma operação realizada pela Polícia Rodoviária no Maranhão e mais outros seis estados procura por uma quadrilha responsável pelo roubo e venda de carros clonados. Em uma semana, 87 veículos foram apreendidos pela PRF e 77 pessoas foram ouvidas pela polícia. As investigações apontam que os bandidos vendiam os veículos a preço de mercado, forjando documentos que adulteram a identificação dos veículos.

De acordo com a polícia, os bandidos vendem os veículos roubados através de financiamentos bancários com longos prazos, uma manobra que engana as vítimas. Todos os ouvidos no caso deverão responder a um inquérito onde deverão explicar porque estavam em posse de um veículo roubado. A Polícia Civil deve continuar as investigações e devolver os carros roubados aos verdadeiros donos.

Quadrilha vendia os veículos roubados através de financiamentos bancários com longos prazos, uma manobra que engana as vítimas. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

O comerciante Paulo da Conceição, uma das vítimas do golpe, deu R$ 20 mil reais de entrada e há quatro anos vinha pagando prestações de R$ 1.700,00 reais pela compra de uma caminhonete que foi apreendida na operação. “Eu pago para o banco. Deposito na conta e eles vem e sacam o dinheiro de lá”, conta.

Alexandre Analício, inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF-MA) explica que o comerciante paga a prestação de um carro clonado e só ao fim do pagamento ele teria o carro transferido para ele. “Isso não vai acontecer porque esse veículo, com essa placa, está rodando normalmente na cidade de origem”, explica.

O comerciante Paulo da Conceição, uma das vítimas do golpe, deu R$ 20 mil de entrada nesta caminhonete que foi apreendida na operação. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Na segunda fase da operação, a PRF deve investigar de agentes públicos nos crimes, já que os veículos acabam passando e sendo aprovados pela fiscalização do Detran e Ciretran e recebendo a aparência de um veículo legal.

Por meio de nota, o Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) informou que eventuais irregularidades com participação de servidores estão sendo apuradas e que os envolvidos foram afastados das funções. (confira abaixo a nota na íntegra).

Nota do Detran-MA na íntegra:

"O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) é um dos órgãos do Sistema de Segurança e tem investido no fortalecimento do combate ao crime, com foco no roubo e clonagem de veículos. Desde 2016, em parceria com o Batalhão de Policia Militar Rodoviário (BPRV), o Departamento promove o Curso de Identificação Veicular e Documental, que já capacitou centenas de profissionais militares, agentes de trânsito e funcionários do Detran-MA, no combate a este tipo de fraude.

Como parte deste trabalho, o Detran reitera que, de janeiro a outubro de 2017, mais de 70 veículos foram recuperados durante as operações de fiscalização e devolvidos aos seus proprietários. O Detran esclarece, ainda, que eventuais irregularidades detectadas com participação de servidores estão sendo apuradas em processo próprio e que os envolvidos foram afastados de suas funções."








COMPARTILHE...

ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não correspondem ao Blog Maranhão News e todo o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

LEIA MAIS ESSAS

Previous
Next Post »