Sequestro de irmã tirou Jô de um jogo do Corinthians em 2017; entenda

novembro 27, 2017

Centroavante não participou da partida contra o Internacional, em Porto Alegre, pela Copa do Brasil


Artilheiro do Brasileirão com 18 gols ao lado de Henrique Dourado, do Fluminense, Jô termina 2017 feliz pelos títulos do Corinthians e aliviado por um drama familiar ter sido solucionado da melhor maneira possível, ainda no primeiro semestre.

Segundo o site "Meu Timão", uma das irmãs de Jô sofreu um sequestro no dia 11 de abril. O atacante é irmão de Elisa e Elaine – não foi revelado qual delas passou pelo problema. O "GloboEsporte.com" confirmou a história com o clube alvinegro.

Retirado do treino daquele dia, ele também ficou fora da viagem para Porto Alegre e do empate por 1 a 1 entre Corinthians e Internacional, pela quarta fase da Copa do Brasil. No jogo seguinte, em Itaquera, o Timão foi eliminado da competição nos pênaltis.

Jô passou por drama familiar em abril deste ano (Foto: Marcelo Braga)

Na época do sequestro, o técnico Fábio Carille afirmou que Jô estava sendo preservado (ele vinha de 15 jogos seguidos). O história foi mantida em sigilo por sete meses.

– Fiquei apavorado. Por volta das 18h, 19h daquele mesmo dia tudo estava resolvido. Graças a Deus. Foi rápido, tive cabeça no lugar e ajuda da minha família. Nos juntamos ali em torno de nós mesmo e saímos juntos daquilo – disse o centroavante.

Após a entrega da taça de campeão brasileiro, na noite de domingo, Jô afirmou que fica no clube para a disputa da Libertadores de 2018. Para o jogo contra o Sport, domingo, ainda é dúvida.





COMPARTILHE...

ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não correspondem ao Blog Maranhão News e todo o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

LEIA MAIS ESSAS

Previous
Next Post »