MARANHÃO NEWS

14 novembro, 2017

Projeto de Lei do deputado Cabo Campos que cria o Dezembro Cinza é aprovado na AL


O plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão (Alema) aprovou, nesta terça-feira (14), o Projeto de Lei (PL) do deputado estadual Cabo Campos que institui o ‘Dezembro Cinza’, destinado a homenagear policiais militares, bombeiros militares e policiais civis falecidos dentro e fora de serviço no Maranhão, conforme descreve o artigo 1º. O mês alusivo à causa propõe missas, cultos, homenagens e campanhas de apoio às famílias enlutadas. O artigo 2º do projeto define como objetivo o enaltecimento dos militares que morreram pela profissão, reconhecendo-os como heróis.

Em entrevista à TV Assembleia, Campos disse que o projeto foi construído em conjunto com a presidente do Instituto Soldado Fernandes, Tatiana Oliveira Fernandes, e propõe reflexão acerca do número de policiais mortos no Maranhão e no Brasil. “A irmã Tati, presidente do Instituto Soldado Fernandes e mãe do soldado Fernandes, pegou a sua dor, fundou o Instituto e indicou que nós fizéssemos desse mês um mês de reflexão sobre a morte de policiais”, contou.

Além da reflexão, o parlamentar explicou que o projeto é voltado para a garantia de políticas públicas que preservem a vida dos agentes das forças auxiliares de segurança do Estado. “Nós também temos o objetivo de pautar políticas públicas para que nós possamos preservar a vida dos nossos policiais militares, bombeiros militares e policiais civis. Em 2014, o policial militar pegava arma no quartel e, no final do serviço, deixava a arma e ia desarmado para casa, enquanto a criminalidade estava toda armada. Hoje o policial militar está com arma e colete por conta de um movimento independente liderado por este deputado que vos fala, em 2014. Mas nós ainda precisamos ir além disso”, acrescentou.

O Projeto de Lei justificou a necessidade de criação do ‘Dezembro Cinza’ embasado em dados do Anuário de Segurança Pública, divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Em 2015, o relatório mostrou que, no Brasil, foram mortos 721 policiais em serviço e 1822 fora de serviço. No Maranhão, foram registradas 17 mortes de policiais em 2013; 17 mortes em 2014; sete em 2015; e outras sete em 2016.

Ascom




Compartilhe com seus amigos...
ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todo conteúdo é de inteira responsabilidade de seus autores.