Samu realiza simulação de acidente com múltiplas vítimas

outubro 31, 2017

Orgãos da saúde e segurança, instituições de ensino e comunidade, acompanharam treinamento


Várias orgãos acompanharam o treinamento. (Divulgação /Assessoria )

IMPERATRIZ - O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), Regional de Imperatriz, em parceria com órgãos de segurança e de atendimento à saúde no município, realizou simulação de um grande acidente de trânsito com múltiplas vítimas, no Centro, na manhã desta segunda-feira (30). Objetivo foi para aprimorar o protocolo de atendimento, na tentativa de reduzir o tempo de resposta em ocorrências.

Elaborado há apenas 15 dias, o treinamento pegou muita gente de surpresa, como pretendia a coordenação, que parou a Avenida durante horário de pico, das 9h40 às 11h, afim de aproximar a capacitação, ao máximo, da situação real.

Pela dinâmica do acidente, um ônibus do transporte urbano se chocou com um automóvel, uma motocicleta, invadiu um ponto do transporte coletivo e 21 pessoas ficaram feridas, uma delas morreu no local. Com a ajuda de um carro de som, o coordenador do Samu, o médico Alexsandro Freitas, fez a narrativa e explicou cada fase do acidente fictício, desde o acionamento da central 192.

A primeira equipe a chegar ao local foi a motolância, que confirmou a suposta ocorrência. Em seguida foram acionadas ambulâncias do Samu e de parceiros. Eles começaram a chegar gradativamente. Após o resgate das primeiras vítimas, o carro em que elas estavam pegou fogo, mas o incêndio foi controlado imediatamente por um caminhão tanque do Corpo de Bombeiros.

Depois foi a vez do resgate daquelas pessoas atropeladas em frente ao ponto de ônibus e a agência dos Correios. Um boneco foi recolhido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML), quase ao fim da simulação, para representar a pessoa que morreu no acidente. Os peritos, também, fizeram levantamentos das circunstâncias do sinistro.

“Não existe um tempo resposta oficial para atendimento de acidente. Estamos trabalhando para que a gente torne isso oficial e as equipes possam chegar nas ocorrências, no menor tempo possível, e melhor, em dez minutos”, destacou Alexsandro Freitas.

“Este tipo de incidente com múltiplas vítimas não tem lugar para acontecer, pode ser numa rodovia federal quanto em vias internas da cidade, então é importante que os diversos órgãos estejam em comum acordo num só protocolo para uma ação mais incisiva e efetiva no caso de uma situação desta”, reconheceu o inspetor da Polícia Rodoviária Federal em Imperatriz, Almeida Neto.

Atendimento às vítimas

O atendimento seguiu a classificação de risco, em que as vítimas em estado grave eram levadas para a lona da cor vermelha, as feridas e respondendo aos comandos, para a lona amarela, enquanto que as demais conseguiram caminhar à lona verde.

Além do Samu, participaram do treinamento com ambulâncias e profissionais, o Corpo de Bombeiros; UTI Móvel de um hospital particular; UTI Alícia; Polícia Militar; Instituto Médico Legal; Hospital Municipal de Imperatriz; Hospital Macrorregional; Hospital da Unimed; Unidades de Pronto Atendimento; alunos de medicina e enfermagem da Universidade Federal do Maranhão e da Unidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão. A ação contou com o apoio logístico das Secretarias Municipais de Saúde; de Trânsito e Transportes; e da empresa de ônibus Rio Anil Transportes, Ratrans.

Fonte: IMIRANTE.COM




Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo