MARANHÃO NEWS

26 outubro, 2017

Operação da Polícia Federal desarticula esquema de crimes previdenciários no Maranhão

Foram cumpridos nesta quinta-feira (26) em São Luís, cinco mandados judiciais, sendo um de prisão preventiva, dois de condução coercitiva e dois de busca e apreensão.

A Polícia Federal (PF) em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF) e a Previdência Social desencadeou nesta quinta-feira (26) em São Luís, a segunda fase da Operação Vetores, que tem como objetivo a repressão de crimes previdenciários. Foram cumpridos cinco mandados judiciais, sendo um de prisão preventiva, dois de condução coercitiva e dois de busca e apreensão.

A ação foi iniciada a partir do desdobramento da Operação Vetores I, que foi realizada em fevereiro deste ano, do qual foram cumpridos 18 mandados judiciais, que investigavam sócios, contadores e administradores de empresas transmissoras de GFIPs (Guias de Recolhimento do FGTS e informações à Previdência Social) irregulares. Esse documento servia de base para a concessão de benefícios previdenciários fraudulentos.

Nessa fase da investigação foi concentrada no principal responsável pelo esquema de fraudes contra a Previdência Social, que teve participação tanto pela GFIPs, quanto na falsificação dos documentos utilizados para a obtenção de benefícios. Também foram identificados outros dois intermediários com participação comprovada no esquema criminoso.

Operação Vetores

O nome da operação é uma alusão à terminologia médica da área de epidemiologia, que tem como significado o ser vivo capaz de transmitir um agente infectante, em uma referência aos responsáveis pela transmissão de vínculos empregatícios irregulares.


Fonte: G1 MA



Compartilhe com seus amigos...
ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todo conteúdo é de inteira responsabilidade de seus autores.