Mulher é resgatada após ser espancada e estuprada por integrante de facção

outubro 06, 2017

Caso está sendo investigado pela Polícia Civil de São Luís.

Magno Silva durante prisão por tentativa de homicídio contra o sogro.
FOTO: Reprodução/Internet

A Polícia Civil encontrou, nessa quinta-feira (5), uma mulher que estava sendo mantida em cativeiro pelo próprio namorado, identificado como Magno Renan Ramon Silva, integrante de uma das principais facções criminosas de São Luís. A casa onde ela estava trancada há mais de uma semana está localizada no Anil.

Marcas do espancamento.
FOTO: Divulgação/Polícia
A mulher, cujo nome será preservado, passou por dias de terror após se envolver com o homem, que a violentou e espancou seguidas vezes, motivado por ciúmes, segundo depoimento à polícia. Antes de ser presa na casa do namorado, C.B, como será identificada nesta reportagem, foi estuprada e teve seu cabelo raspado durante as sessões de tortura.

No início do relacionamento amoroso, ela não sabia que Magno era um criminoso.

ENTENDA

De acordo com o depoimento, C.B. e Magno teriam se conhecido em uma festa num bar da mãe da vítima, mas só teriam iniciado o relacionamento amoroso na semana seguinte. No primeiro mês de namoro, a vítima percebeu que o namorado só andava armado e que praticava crimes.

Em setembro, Magno teria exigido que a namorada lhe falasse da rotina de uma empresa localizada em frente ao bar da mãe dela, para que ele realizasse um assalto no local. Seguidas vezes o criminoso também teria exigido que a mulher contasse o local onde a mãe guardava o dinheiro do bar, para que ele o roubasse posteriormente.

CIÚMES

Ainda de acordo com o relato policial, as crises de ciúme possessivo de Magno eram recorrentes. As suspeitas de que C.B. o estivesse traindo resultavam em espancamentos diários. Em uma das vezes, Magno exigiu que ela dissesse a senha do celular, enquanto apontava uma arma para o pé dela e ameaçava atirar.

Amedrontada, a vítima quis encerrar a relação, mas foi ameaçada de morte.

Durante uma saída de Magno para praticar assaltos, C.B. fugiu para Teresina, no Piauí, esperando que “a poeira baixasse”, conforme relatou à polícia. Quando voltou a São Luís, Magno a encontrou.

VIOLÊNCIA

No dia 29 de setembro, C.B foi localizada por Magno na casa de um amigo, no bairro do São Cristóvão. Ao encontrá-la, o criminoso iniciou uma sessão de chutes, socos, pontapés e xingamentos, forçando-a a entrar em um táxi junto a uma amiga, que a acompanhava, em direção ao Pirapora, na Região Metropolitana de São Luís.

Ao chegar ao local, em uma área de vegetação densa, as duas mulheres foram surpreendidas por cinco outros membros da facção, que espancaram a ela e à amiga com pedaços de madeira, por aproximadamente meia-hora. A amiga foi liberada em seguida e C.B. foi levada, à força, para a casa do sujeito, onde ficou trancada até a chegada da polícia.

No local, ela foi estuprada todos os dias e forçada a admitir traições que, segundo ela, nunca ocorreram.

Familiares do criminoso também sofreram atos de violência. Segundo o depoimento, a irmã de Magno foi estuprada, a mando dele, por outro membro da facção, e o pai, em outra ocasião, foi baleado por ele. Com isso, os parentes temiam denunciá-lo à polícia.

POLÍCIA

Magno Silva já foi preso anteriormente. Uma das acusações que pesam contra ele é de tentativa de homicídio contra o ex-sogro Edilson Pereira de Araújo, contra quem efetuou quatro disparos em 2014.

Na delegacia, a vítima expressou temor de ser morta, pois, segundo o depoimento, Magno tem relações próximas com policiais, com pagamento de propina, e que sempre acaba sendo solto. Ele também teria um advogado influente no Fórum Desembargador Sarney Costa, o que lhe garantiria liberdade mesmo com a prática recorrente de crimes.

A Polícia informou que agora procura o suspeito para efetuar o mandado de prisão.

Fonte: MA10


COMPARTILHE...

ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não correspondem ao Blog Maranhão News e todo o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

LEIA MAIS ESSAS

Previous
Next Post »