Pacientes dormem em fila para conseguir atendimento no Maranhão

julho 27, 2017
Usuários que precisam de atendimento em uma unidade de Saúde de Imperatriz, a 626 km de São Luís, reclamam da dificuldade em conseguir informações sobre o cronograma de atendimentos.


Pacientes que precisam de consultas médicas e exames estão dormindo em filas para conseguir atendimento na Unidade Básica de Saúde São José em Imperatriz, a 626 km de São Luís. Segundo os pacientes, a situação está se agravando desde a última segunda-feira (24).

Os usuários denunciam a dificuldade em obter informações o cronograma de consultas e marcação de exames. Além disso, eles alegam que a falta de organização no espaço também atrapalha quem busca atendimento na unidade de Saúde. “Eu acho péssimo, era para ser duas pessoas para atender, uma de manhã e outra de tarde. Ou então duas pessoas para atender e ser mais rápido”,

A reclamação sobre a falta de tratamento adequado aos pacientes que dormem na fila também é eminente. Muitos deles reclamam que os portões são abertos apenas algumas horas antes de começar os atendimentos, deixando muitas pessoas desabrigadas na rua. “Desde segunda que as pessoas estão dormindo aqui na fila nas cadeiras, no papelão, jogados que nem cachorro aqui do lado de fora. Porque nem o portão para colocar as pessoas para dentro eles abrem”, conta uma paciente.
Usuários denunciam a dificuldade em obter informações o cronograma de consultas e marcação de exames em Imperatriz (MA). (Foto: Reprodução/TV Mirante)
Segundo a direção da unidade de Saúde São José a falta de conexão com a internet é responsável pela demora nos atendimentos, já que as marcações são realizadas online. Entretanto, os pacientes também reclamam da falta de vagas para consultas, já que são disponibilizadas apenas atendimentos específicos. “Eu nem sei se vou conseguir mas vou tentar. E o sistema caiu então nós não sabemos se vamos conseguir”, conta uma paciente.

A Prefeitura de Imperatriz informou que a fila ocorre por conta da alta procura por consultas e exames, mas reitera que não há necessidade de as pessoas dormirem na fila. Segundo a prefeitura, no caso especifico da unidade São José o atraso nas marcações ocorreu por causa da queda na internet, que durou cerca de meia hora.

Além disso, o órgão informou que o cronograma de atendimento é definido mensalmente pela auditoria, que varia de acordo com as agendas dos médicos e que quando ela é liberada, as informações ficam disponíveis nos postos de saúde e nas portas.
Segundo os pacientes, a falta de organização é constante no local. (Foto: Reprodução/TV Mirante)
Fonte: G1 MA







COMPARTILHE...

ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não correspondem ao Blog Maranhão News e todo o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

LEIA MAIS ESSAS

Previous
Next Post »