Call Center implantado no Hospital da Mulher garante mais agilidade para marcação de consultas

julho 18, 2017
A Prefeitura de São Luís implantou um novo sistema informatizado de marcação de consultas no Hospital da Mulher, no Anjo da Guarda. O serviço solucionou de forma definitiva as filas para atendimento na unidade de saúde. A central de chamadas - Call Center - para agendamento de consultas nas especialidades ofertadas no hospital é composta por três linhas telefônicas (3228-4713 / 3228-4699 / 3228-4281) e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h.

O Hospital da Mulher é uma das cinco entidades de saúde do país agraciadas, no ano passado, com o Prêmio Dr. Pinotti, por reconhecimento ao trabalho prestado no sentido de promover saúde de qualidade à população, sobretudo às mulheres. O Call Center é mais uma ação da Preitura no sentido de ofertar atendimento rápido e de qualidade às pessoas que procuram a unidade de saúde.

A central de chamadas - Call Center, segundo destacou secretária em exercício de Saúde do Município, Silvia Leite, é mais um importante serviço disponibilizado no Hospital da Mulher que vai somar a outros executados na unidade na gestão do prefeito Edivaldo. "Com a instalação do Call Center, acabamos de vez com os transtornos dos usuários de ter que enfrentar longas filas ou chegar aqui de madrugada para solicitar sua consulta médica", disse Silvia Leite, ressaltando ainda que o novo serviço facilita o acesso da população aos serviços ofertados naquela casa de saúde.

O Call Center do Hospital da Mulher é operacionalizado por meio do Sistema de Regulação do Ministério da Sáude - o Sisreg. Segundo a diretora geral da unidade, Natália Mandarino, as consultas agora podem ser solicitadas diariamente e não apenas uma vez por mês da forma como era feito anteriormente à informatização do serviço de agendamento.

"Hoje, as vagas para consultas na unidade passaram a ser disponibilizadas diariamente, o que oportuniza à população acionar o sistema todos os dias, caso não consiga agendar seu atendimento em um determinado dia", frisou Natália Mandarino.

A pessoa que solicitar o serviço precisa ter requisição às especialidades ofertadas na unidade, com exceção se for para consultas ginecológicas e de clínica médica. É necessário ainda ter em mãos o número do cartão do SUS, para que os dados sejam informados à atendente do Call Center.

"Atualmente, a central de chamadas receberá solicitações apenas para consultas, mas futuramente queremos disponibilizar também por meio desse serviço agendamentos de exames e outros procedimentos médicos oferecidos na unidade", ressaltou a diretora do Hospital da Mulher.

Para a gestora da unidade, a informatização do sistema de marcação de consultas traz outro benefício à gestão do hospital: além de organizar melhor o atendimento à população, o sistema emite relatórios precisos sobre o número de pacientes usuários dos serviços ofertados naquela casa de saúde e disponibiliza os dados dos pacientes no Sistema de Regulação do Ministério da Saúde.

O novo serviço vai facilitar a vida de pessoas como a dona de casa Marta Regina Sodré Pinheiro, 44 anos, que realiza suas consultas ginecológicas regularmente no Hospital da Mulher. "Acredito que a marcação por essa forma melhora bastante para nós, principalmente pelo fato de que não precisamos mais esperar por um único dia para agendar a consulta que precisamos", disse ela.

HOSPITAL DA MULHER

Entre as especialidades ofertadas no local estão ginecologia clínica e cirúrgica, mastologia, endocrinologia, urologia, proctologia, cardiologia, hematologia, ortopedia, pneumologia, psicologia, cirurgia geral, entre outros. No Hospital da Mulher também funciona o centro de referência de assistência em alta complexidade na especialidade de neurocirurgia, serviço que passou a ser ofertado na unidade após a reestruturação do hospital.

Na administração do prefeito Edivaldo, o Hospital da Mulher passou por uma reformulação não só física, mas também ganhou novos serviços e mais equipamentos foram adquiridos, gerando maior eficiência da atenção hospitalar, com níveis satisfatórios de qualidade. Totalmente reformado e reativado, a unidade se transformou em referência em saúde da mulher no estado.

O hospital teve ampliado o número de leitos de internação de 24 para 50. Houve ainda a implantação de 10 leitos de UTI e de serviços de diagnóstico por imagem, como tomografia computadorizada, raio x e ultrassom. Eletroneuromiografia, biópsias, punção de mama e de tireóide, retirada de nódulos benignos também estão na lista de serviços oferecidos às pacientes da unidade.

Fonte: Ascom / Prefeitura de São Luís

COMPARTILHE...

ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não correspondem ao Blog Maranhão News e todo o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

LEIA MAIS ESSAS

Previous
Next Post »