MA NEWS
http://www.cabocampos.com.br/
http://www.maranhaonews.net/

Sampaoli celebra vitória no clássico: "Nos estimula ganhar do Brasil"

Em sua primeira partida à frente da seleção, técnico argentino elogiou a atitude de seus jogadores de tentar assimilar uma nova ideia tão rapidamente

video

Com apenas uma semana de treinos com Jorge Sampaoli, já foi possível ver uma Argentina diferente do que vinha apresentado nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. O novo treinador chegou, mudou a maneira da equipe jogar, apesar do pouco tempo de trabalho e, mais do que isso, conseguiu motivar os jogadores, para vencer o Brasil por 1 a 0 em amistoso disputado em Melbourne, na Austrália.

- Em uma análise geral, eu valorizo o entusiasmo e a atitude dos futebolistas. Nos estimula muito o feito de ganhar do Brasil porque, para nós, é um clássico. Não se jogou apenas para cumprir (o calendário), queríamos ganhar. Os jogadores souberam defender muito bem a camisa da seleção. Valorizo muito o esforço deles para tentar assimilar uma ideia no campo de jogo com tão pouco tempo de preparação - afirmou Sampaoli em coletiva após a partida.

Após temporada no Sevilla, Sampaoli assumiu a seleção argentina e venceu logo na primeira partida (Foto: Reuters)

Apesar de ter enfrentado um Brasil desfalcado de jogadores como Marcelo, Casemiro e Neymar, Sampaoli exaltou o futebol jogado pela Argentina, sobretudo no primeiro tempo. Para o novo treinador, sua equipe criou mais oportunidades, apesar de ter cometido alguns erros normais para um início de trabalho.

- No primeiro tempo, tivemos mais situações de gol que o Brasil e jogamos muito no campo do rival. O segundo tempo nos custou um pouco mais. Tivemos momentos em que o rival poderia ter empatado, ainda que não tenham sido muitos (...) Tivemos erros normais, que eu já esperava. O que mais tiro da partida são as intenções - analisou o comandante.

A Argentina volta a jogar na próxima terça-feira, às 9h (de Brasília) em amistoso contra Cingapura. Pelas Eliminatórias, a equipe enfrenta Uruguai, em 30 de agosto, e Venezuela, em 4 de setembro, na sequência da competição.

0 comentários: