MA NEWS
http://www.cabocampos.com.br/
http://www.maranhaonews.net/

Preso três suspeitos de realizar ataques em agência bancária

Uma operação desenvolvida pela Polícia Civil do Maranhão apresentou na tarde de terça-feira (06), no auditório da Secretaria de Segurança Pública (SSP), três suspeitos de participarem de um ataque a uma agência bancária do Bradesco, no município de Paulo Ramos.

Nesta ação foram presos em Paulo Ramos e Bom Lugar, os suspeitos Josimar Santana Pinto de 33 anos; Josué da Silva Sousa de 39 anos e José Augusto dos Santos de 46 anos. Além destes, outros dois suspeitos já foram identificados e pedido o cumprimento de mandado de prisão à Justiça.

A operação foi desenvolvida pela Polícia Civil do Maranhão em ação direta da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC).

O crime ocorreu no dia 31 de maio deste ano e segundo as investigações o grupo tinha sequestrado no dia anterior ao ataque (30), um funcionário da agência do Bradesco. No dia seguinte a quadrilha se deslocou para o banco com o funcionário. Em seguida o bando arrombou a agência e ao se dirigirem ao cofre, o alarme da agência bancária disparou. Posteriormente, os criminosos fugiram sem efetivarem o roubo. Os suspeitos ao fugirem, deixaram o material usado na ação criminosa.

O Departamento de Combate a Roubos às Instituições Financeiras (DECRIF), que integra a SEIC, iniciou as investigações da ação criminosa, onde resultou a prisão dos envolvidos. O grupo após investigações, está sendo responsável de integrar uma quadrilha envolvida em roubo a banco. Eles utilizavam um maçarico para abrir os cofres e caixas eletrônicos, das instituições financeiras.

O Secretário de Segurança Pública (SSP), Jefferson Portela disseu durante a coletiva de apresentação dos suspeitos que “Um dos criminosos que integra a quadrilha, conhecido como Josimar Santana Pinto, era vigilante da agência bancária do Bradesco da agência de Paulo Ramos. Ele teria repassado as informações para o resto da quadrilha. O outro envolvido, o José Augusto tem um Mandado de Prisão pela Comarca de Macapá por envolvimento ao crime de estelionato. Os criminosos precisam ter a sua trajetória investigada, no sentido de descobrir, se outras agências atacadas, não contou com a participação do grupo criminoso.

Após a prisão, os suspeitos foram ouvidos pelos delegados da SEIC e encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

0 comentários: