MA NEWS
http://www.cabocampos.com.br/
http://www.maranhaonews.net/

Professores da rede municipal realizam protesto em Santa Inês

Docentes estão cobrando da administração pública o pagamento de benefícios como reajuste salarial, promoção de cargos, progressão e gratificações.

video

Professores da rede municipal de ensino de Santa Inês, 250 km de São Luís, fizeram uma paralização cobrando da administração pública o pagamento de benefícios. Reajuste salarial, promoção de cargos, progressão e gratificações são algumas de suas exigências.

O protesto teve início em frente à Prefeitura do Município. Carregando faixas e gritando palavras de ordem os professores percorreram as ruas do centro tendo como parada final a Secretaria de Educação de Santa Inês.

Segundo Antônia Pinheiro, secretária geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), o protesto foi apenas um alerta, mas a categoria cogita a possibilidade de uma greve caso as exigências não sejam atendidas.

“Tudo que se tem hoje de conquista foi com muita luta. Esse protesto de hoje é apenas uma forma de dizer ‘olha não aceitamos a concessão do reajuste’ e se preciso for nós lutaremos os quatro anos para ter esses direitos garantidos”, disse.

Ivanildo Galvão, presidente do conselho do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), afirma que os recursos que o Município recebe são suficientes para pagar todos os direitos dos profissionais. “O Município tem recebido em média em torno de 4 milhões e 100 mil e a Prefeitura alega que tem um impacto muito grande na folha. O impacto só pode ser feito se for fornecido a folha de pagamento ao Sindicato, para que nós possamos acompanhar a questão dos recursos e aplicabilidade dele na folha de pagamento e até o presente momento, não foi passado nenhuma folha”, afirmou.

A secretária de Educação de Santa Inês, Maria do Carmo Gama, se reuniu com uma comissão de professores e justificou os motivos que fizeram com que as reinvindicações não fossem atendidas. Apesar da conversa, Gama não deu um prazo de quando os problemas serão solucionados. “Não vou ser incoerente de dizer que o reajuste vai sair no próximo mês, mas nunca foi falado ou cogitado que esse ele não seria pago. O que nós estamos aguardando é a organização melhor da nossa folha de pagamento e eu acredito que o que é direito do professor não será negado”, finalizou.

Professores percorreram as ruas do centro tendo como parada final a Secretaria de Educação de Santa Inês (MA) (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Fonte: G1 MA

0 comentários: