MA NEWS
http://www.cabocampos.com.br/
http://www.maranhaonews.net/

Policial é condenado por atropelar e matar pedestres em São Luís

O acusado foi condenado a cumprir nove anos, oito meses e sete dias de prisão, mas vai cumprir a condenação em liberdade até julgamento do recurso.

video

policial militar Anderson Leandro Rodrigues, 33 anos, foi condenado a quase dez anos de prisão na tarde desta terça-feira (30) por ter matado duas pessoas em um acidente de trânsito registrado em setembro de 2012, na orla de São Luís.

A sentença foi divulgada após sete horas de julgamento. O júri foi formado por sete pessoas da comunidade. Apesar da condenação, o policial militar pode recorrer e permanecerá em liberdade até o julgamento do recurso.

O acidente aconteceu no dia 21 de setembro daquele ano, por volta das 23h, quando o policial perdeu o controle do veículo e acabou atropelando um casal que estavam no calçadão da Praia da Ponta da Areia. O veículo que dirigia foi parar do outro lado, perto da maré.

Julgamento foi realizado nesta terça-feira (30) em São Luís (Foto: Douglas Pinto / TV Mirante)
As vítimas Elton Anderson Cantanhede Lima, de 29 anos, e a prima Ivone Costa Cantanhede, de 30 anos, morreram no local. Na época, o PM passou apenas 30 dias na cadeia e continuou a trabalhar normalmente no 13º Batalhão da PM, em São José de Ribamar, onde foi promovido a cabo.

Durante a audiência, quatro testemunhas foram ouvidas durante, inclusive o policial Anderson Rodrigues. Diante do juiz Gilberto de Moura Lima, ele disse que estava arrependido e confessou ter ingerido bebida alcoólica, além de estar acima da velocidade permitida.

Relembre

No primeiro julgamento realizado em 2015, Anderson sentou pela primeira vez no banco dos réus, sendo inocentado pela morte de Elton, mas condenado a 17 meses de prisão. Na época o MP pediu a anulação do julgamento.

No novo julgamento, o Ministério Público pediu a condenação do réu por homicídio doloso, quando há a intenção de matar. A defesa ainda tentou convencer os jurados que ele não teve a intenção de provocar o acidente. No entanto, não evitou a condenação.

Fonte: G1 MA

0 comentários: