Operação da Polícia Civil desbarata lavagem de dinheiro em prefeituras - Maranhão News

04 maio, 2017

Maranhão News

Operação da Polícia Civil desbarata lavagem de dinheiro em prefeituras

A Polícia Civil do Maranhão cumpre 22 mandados de prisão na manhã desta quinta-feira (4/maio). O alvo é uma quadrilha que lavava dinheiro em postos de gasolina da Região Metropolitana de São Luís, comandada pelo empresário e agiota Josival Cavalcante da Silva, conhecido como ‘Pacovan’. Os mandados estão sendo executados na capital em nas cidades de Itapecuru e Zé Doca. Dois integrantes da quadrilha foram presos em Itapecuru Mirim.
Foto: Reprodução
Ao todo, a Polícia suspeita que o sistema de lavagem montado por Pacovan movimentou R$ 100 milhões. Os recursos seriam oriundos de corrupção em Prefeituras.

Em um dos imóveis de Pacovan, na BR- 135, foram apreendidos 60 caminhões. Segundo a polícia, os veículos eram entregues como garantia por quem tomava empréstimos com ele.

A lavagem de dinheiro nos postos funcionava à Receita uma venda maior do que a que realmente havia. Com isso, Pacovan conseguia justificar – “esquentar” – recursos ilegais.

As investigações da Polícia Civil que resultaram na operação de hoje desenrolam-se há cerca de um ano. O nome da operação é uma referência a um jogo de empilhamento chamado Jenga, em que uma peça retirada derruba toda a torre.

Pelos crimes de agiotagem, Pacovan já foi preso em 2011, 2013, 2015 (duas vezes, nas Operações ‘Morta Viva’ e ‘Maharaja’,) e ano passado também.

Com Pacovan a Polícia prendeu o ex-prefeito de Bacuri, Richard Nixon, e o na época prefeito de Marajá do Sena Edvan Costa. Mas conseguiu habeas-corpus na Justiça e foi para casa usando tornozeleira eletrônica.

Além da suspeição de comandar um esquema de agiotagem em prefeituras do Maranhão, Pacovan responde na Justiça por desvio de recursos públicos, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Na operação desta manhã, a Polícia Civil cumpriu mandados de apreensão de dezenas de caminhões e tratores (60 aproximadamente), em um pátio na BR-135. Teriam sido tomados por Pacovan depois de terem sido dados como garantia em empréstimos.

Fonte: O Informante

Maranhão News

Autor: Maranhão News

Apenas os artigos assinalados não se refere ao Maranhão News, e todo seu conteúdo são de inteira resposabilidaes de suas fontes.

Inscreva-se e receba nossas postagens por email :