Menor diz que namorado foi amarrado em árvore e presenciou estupro - Maranhão News

04 maio, 2017

Maranhão News

Menor diz que namorado foi amarrado em árvore e presenciou estupro

A vítima foi trazida para Teresina após prestar o depoimento

A adolescente de 15 anos, vítima de estupro coletivo e que presenciou a execução do namorado Flaviano da Silva Marinho, de 19 anos, por três menores, na madrugada de quarta-feira (03), em Uruçui (453 km de Teresina), foi levada até a delegacia do município para prestar depoimento. Ela contou ao delegado Bruno Ursulino, todos os detalhes do crime cruel que chocou toda Piauí. A vítima foi trazida para Teresina após prestar o depoimento, onde receberá atendimento médico e psicológico.

O principal motivo para o depoimento da jovem é para ajudar a polícia na investigação do crime. Bastante abalada e emocionalmente fragilizada, a vítima relatou que dois menores cometeram o crime sexual e dois executaram seu companheiro, levando assim o delegado a conclusão de que um dos menores está diretamente envolvido nos dois crimes.

Os infratores também foram ouvidos, mas em depoimento foram bastante confusos e não assumiram a autoria do ato criminal. A adolescente contou ainda que seu namorado foi amarrado em uma árvore e que os três acusados utilizaram a sua própria roupa para prende-lo e que Flaviano Marinho presenciou todo o estupro, sendo degolado logo em seguida e seu corpo jogado nas águas do rio Parnaíba.

A adolescente ainda reconheceu por meio de fotografias os menores apreendidos R.N.S.B, 16 anos, A.A.S, 16 anos e M.V.C.G, 13 anos, acusados de cometeram os crimes, sendo dois naturais do Maranhão e o terceiro de São Paulo. A principal linha de investigação da polícia é de que o crime tenha sido motivado por crueldade e impulsionados pelo uso de bebida alcoólica.

De acordo com os registros da Polícia Civil de Uruçuí, um dos envolvidos no crime já tem pelo menos 30 passagens pela polícia pelas mais diversas infrações. As investigações apontam de que infratores e vítimas não se conheciam, apesar de os adolescentes terem acusado Flaviano de envolvimento com o tráfico de drogas. Os menores infratores devem ser transferidos para o Centro Educacional Masculino (CEM).


Maranhão News

Autor: Maranhão News

Apenas os artigos assinalados não se refere ao Maranhão News, e todo seu conteúdo são de inteira resposabilidaes de suas fontes.

Inscreva-se e receba nossas postagens por email :