“Foi só um grande susto”, diz esposa de Jefferson Portela

maio 10, 2017
“Foi um susto muito grande, mas graças a Deus está tudo bem”, disse, hoje (10), ao O INFORMANTE, a professora Socorro Portela, que viveu uma noite tensa, na última terça, quando saía da casa da irmã Concita, no Cohajap.

Esposa do secretário da Segurança, Jefferson Portela, Socorro conversou com O INFORMANTE durante solenidade comemorativa dos 209 anos da Polícia Civil no Brasil, na Fábrica de Recepções, realizada hoje.

Ela disse que estava saindo, por volta das 20h30, da casa da irmã, que é a dona do Boi de Nina Rodrigues, onde havia um grupo de pessoas bordando as roupas do São João deste ano. “Meu carro estava estacionado a uns 30 metros da porta da casa. Quando entrei e liguei o carro, um veículo (depois do susto confirmei que era um Gol cinza) parou ao lado e o condutor, com meio corpo para fora do veículo, começou a bater no meu vidro. Assustada, arranquei. Ele me seguiu, passou de mim e me trancou na esquina. Encurralada, dei marcha-a-ré e virei para a esquerda, o contrário do percurso que faço quando vou à casa da Concita. Entrei nessa rua assustada e preocupada se estava sendo seguida, mas graças a Deus ele não me seguiu. Soube depois, por minha irmã, que um integrante do boi correu atrás do carro, e talvez tenha sido isso que evitou que ele me seguisse”, contou Socorro Portela.

Socorro foi direto para casa, onde já encontrou Jefferson praticamente dentro do carro para sair em socorro da esposa. “A minha irmã já tinha ligado”, disse a professora.

Segundo Socorro, havia uma outra pessoa no Gol, no banco de passageiro e com um revólver. Esse detalhe foi confirmado pelo integrante do Boi de Nina Rodrigues, que correu atrás do veículo.

Fonte: O Informante


Foto: Divulgação

Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo