Delegado diz que índios também estavam armados

maio 05, 2017

Caso segue sendo investigado pela polícia e representantes do Poder Judiciário.


Informações da Polícia Civil, confirmadas ontem (4), apontam que tanto os índios da etnia Gamela quanto os moradores do povoado Bahias, zona rural de Viana, estariam armados durante o confronto registrado no último domingo (30). O caso ganhou repercussão internacional.

De acordo com o delegado Jorge Pacheco, da regional de Viana, também há moradores feridos, tendo registro, ainda, de tiros. O caso segue investigado pela Polícia Civil e as polícias Militar Federal, continuam no povoado para evitar que novos confrontos aconteçam.

A Polícia agora busca identificar os autores, que serão indiciados de acordo com o crime praticado: tentativa de homicídio, lesão corporal, dispario de arma de fogo em via pública ou incitação ao crime.

Testemunhas do caso seguem prestando depoimentos durante os próximos dias. Serão realizados novos exames periciais no local do ocorrido.

Em São Luís, três dos indígenas feridos durante o confronto permanecem internados no Hospital Geral Tarquínio Lopes Filho, na Madre Deus, mas, segundo o Governo do Estado, não correm risco de morte. Uma das vítimas foi baleada no tórax e no abdômen. O segundo ferido, o indígena Aldeli Ribeiro Gamela, teve cortes profundos em um dos joelhos e golpes de facão nas mãos. José de Ribamar Gamela teve a mão direita dilacerada e sofreu golpes de faca nas duas pernas.

Fonte: MA10

Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo