Polícia revida, mata sete assaltantes e prende quatro no Ceará

abril 02, 2017

As ações foram coordenadas pela Polícia Federal.


Uma quadrilha formada por mais de 20 homens e especializada em assaltos a caixas eletrônicos e bancos, atacou a cidade de Jaguaruana, no Ceará, e após a polícia revidar quatro assaltantes foram presos e sete assassinados. Os demaisbandidos conseguiram fugir e seguem foragidos. As investigações sobre o grupo que agia pelo país foram coordenadas pela Polícia Federal e tiveram início ainda em 2016.

Um dos mortos no tiroteio é Ediondas Duarte, de Mossoró, que segundo a polícia, era o principal alvo da operação, batizada de 'Andarilho'.Ele é apontado como chefe da quadrilha - que é formada por mais de 30 homens-, sendo o responsável por fazer as explosões e arregimentar homens para o grupo, segundo a PF. Ele também já atuou em outros estados como São Paulo. Além dele, foi identificado um assaltante de Campina Grande (PB),

Segundo a Polícia Federal no RN, desde setembro de 2016, a delegacia de Mossoró empreendia investigações sobre assaltos a instituições bancárias e carros-forte e surgiram conexões no Ceará, Pernambuco e Paraíba. As investigações focavam nos chefes das quadrilhas e acabaram por detectar a ação planejada para Jaguaruana.

O delegado federal Samuel Elânio Oliveira Júnior falou sobre as investigações. "Começamos a fazer alguns trabalhos de investigações de algumas quadrilhas focando os chefes e, diante dos levantamentos, já estavam bem encaminhadas as investigações. Tínhamos uma boa troca de informações com os policiais do Cotar, que foi imprescindível nesse trabalho, sem ele não teria ocorrido, a Polícia Civil do Ceará ajudou, a Polícia Civil em Mossoró também ajudou no repasse de informações, e gostaria de ressaltar o apoio da Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Norte e no Ceará', afirmou. 

Os policiais estavam aguardando há quatro noites um possível ataque da quadrilha. "Soubemos de ataques que eles fizeram nos estados vizinhos e já suspeitávamos que eles viriam para cá. Depois que abasteceram os bancos, foram quatro noites de tensão e expectativa, mas conseguimos revidar à altura", disse o cabo da Polícia Militar Jaime Xavier,

Conforme o relato do policial, os bandidos explodiram um caixa eletrônico do Bradesco na sede da Prefeitura de Jaguaruana, mas não conseguiram levar o dinheiro, e tentaram explodir outras agências. "Depois eles tentaram explodir o banco, mas nessa hora nós respondemos. As agências foram metralhadas por causa da troca de tiro, mas não foi levado nenhum dinheiro", afirma o policial.


Fonte: G1-CE

Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo