MARANHÃO NEWS

01 abril, 2017

Operação Maravalho destrói 10 madeireiras ilegais no Maranhão

Operação de 23 a 30 de março registrou números registrou série de crimes ambientais.

Operação Maravalho destrói madeireiras ilegais. Reprodução: PRF/MA
Dez madeireiras que utilizavam madeiras provenientes de reservas foram demolidas, 71 veículos recolhidos e 2.612 pessoas fiscalizadas. Os números estão entre os destaques dos resultados da Operação Maravalho, desencadeada no último dia 23 de março pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Federal (PF) na região sudoeste do estado do Maranhão.

Os municípios investigados foram Buriticupu, Arame, Bom Jesus das Selvas, Santa Luzia (do Tide) e Amarante. A operação contou com 200 agentes, que continuaram o trabalho na região até o dia 30 de março.

Entre as infrações ambientais, foram registrados 589 metros cúbicos de madeira ilegal e 5 metros cúbicos de carvão, também ilegal. Dos veículos recolhidos, 30 haviam sido registrados como roubados e 15 pessoas foram detidas.

Entre inúmeras irregularidades constatadas, destacam-se a quantidade de documentos falsos ou irregulares. Ao todo, foram recolhidos 73 Certificados de Registro e Licenciamento de veículos (CRLVs), dez carteiras de habilitação e dois documentos falsos.

A operação Maravalho também foi intitulada de Lignum II.

Números

2.612 pessoas foram fiscalizadas –

2.274 veículos foram fiscalizados –

614 testes de etilômetro foram realizados

Período: de 23 a 30 de março de 2017
Operação Maravalho. Reprodução: PRF-MA


Fonte: MA10

Compartilhe com seus amigos...
ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todo conteúdo é de inteira responsabilidade de seus autores.