Maternidade afasta médico que deixou “tampão” dentro de paciente

fevereiro 23, 2017

O parto foi realizado na Maternidade Evangelina Rosa

Após a denúncia realizada na última segunda-feira (20), pelo jogador de futebol Veloso Costa Lima, que a equipe médica da Maternidade Dona Evangelina Rosa esqueceu um "tampão" (um tecido utilizado para estancar sangramentos pós-parto) dentro do corpo de sua esposa após uma cesariana realizada na maternidade, a direção da unidade abriu sindicância para apurar o caso e decidiu afastar um médico, que não teve o nome divulgado, sob a acusação de ter sido o responsável pela negligência.

A assessoria de imprensa da unidade de saúde informou que a medida é para dar mais transparência às investigações e que o resultado do levantamento será encaminhado para o Conselho Regional de Medicina (CRM-PI) e para Secretaria Estadual de Saúde.

A paciente Thamara Macedo Silva, sentiu-se mal 15 dias após realizar a cirurgia e decidiu procurar o Hospital do Buenos Aires, onde descobriu o tecido dentro do seu útero. A direção deve se pronunciar após a conclusão da investigação do caso, que deve durar cerca de 30 dias.

"Meu filho veio ao mundo dia 28-01-2017 depois de uma cirurgia cesariana realizada na maternidade Dona Evangelina Rosa. Hoje está no vigésimo terceiro dia. Mas depois do décimo quinto dia minha mulher começou a passar mal. Dores no útero, sangramento não parava e febre. Resolvemos ir na maternidade do Buenos Aires na zona norte de Teresina. Lá ela se consultou com o ginecologista e olhem o que a doutora descobriu. Deixaram dentro dela um tampão do tamanho de uma fralda de pano. Muita irresponsabilidade, incompetência e negligência médica”, disse Veloso Costa na postagem.
(Crédito: Reprodução/Facebook)

Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo