Nova noite de ataques tem ônibus e escolas incendiados em São Luís

setembro 30, 2016

Bandidos promoveram onda de ataques na noite dessa quinta-feira (29). Ônibus também foram incendiados na Região Metropolitana de São Luís.

Ônibus foi incendiado no Terminal da Forquilha, em São Luís, na madrugada desta sexta-feira (30) (Foto: Honorio Moreira/Futura Press/Estadão Conteúdo)
Bandidos promoveram uma onda de ataques na noite dessa quinta-feira (29), em São Luís (MA).Ônibus foram incendiados na capital e no interior, e até escolas foi queimada pelos criminosos. Foram ao todo nove ataques entre a noite de quinta e manhã desta sexta-feira (30) confirmados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), sendo quatro ônibus totalmente queimados e cinco tentativas. Outras duas escolas foram incendiadas. Em nenhuma das ocorrências houve mortos ou feridos. Até o momento, 23 suspeitos foram presos.

O ataque à escola foi no bairro do Sacavém. A unidade municipal de ensino fundamental Darcy Ribeiro foi incendiada por criminosos. Além de salas de aula, uma quadra de esportes também foi atingida.

Outro ataque foi registrado na UEB Carlos Saad, localizada na Vila Mauro Fecury I, região do Anjo da Guarda. Três salas ficaram completamente destruídas. Parte do teto da unidade desabou.

No bairro do São Cristóvão, uma agência bancária teve a fachada atingida por diversos disparos de arma de fogo. Com o ataque, os vidros ficaram espalhados pelo chão.

Ataques criminosos
Ao todo, foram mais de 10 ataques na Região Metropolitana de São Luís: quatro ônibus totalmente queimados e cinco tentativas, além das escolas e a uma agência bancária.

No bairro Jardim Tropical, os bandidos se aproveitaram de um acidente entre dois ônibus para tentarem incendiar os veículos.

No bairro da Forquilha, as imagens impressionam. Segundo o motorista, que não quis se identificar, a intenção dos bandidos era atacar três ônibus ao mesmo tempo.

Houve um princípio de incêndio em uma casa, atingida pelas chamas. Os moradores foram retirados e ninguém ficou ferido. A área ao redor foi isolada porque os fios da rede elétrica também pegaram fogo.

Prisões
Durante a noite, a SSP-MA confirmou 23 prisões de suspeitos dos ataques. Tropas federais serão enviadas ao Maranhão, a pedido do governador, para juntar-se aos 7,5 mil homens que já atuarão nas eleições.

Leia a íntegra da nota enviada pela SSP-MA à imprensa:
O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), reitera sua luta sem tréguas à violência perpetrada pelos ataques desta noite. Não cederemos a chantagens de facções criminosas que querem a volta a um passado recente.

Tropas federais serão enviadas para nosso estado, a pedido do governador, para juntar-se aos 7.500 homens que atuarão nos próximos dias para impedir que facções criminosas tentem tumultuar as eleições.

Já foram detidos 23 suspeitos dos ataques desta noite, sem o registro de qualquer vítima. A SSP destaca que as Forças de Segurança Pública estão atuando permanentemente para coibir tais práticas. Para tanto, estratégias foram definidas e ações de policiamento ostensivo e preventivo estão acontecendo em toda a região metropolitana de São Luís, com atenção aos pontos mais críticos. As Polícias Civil e Militar permanecem nas ruas por tempo indeterminado para assegurar que todos os suspeitos sejam presos e punidos no rigor na lei.

A SSP orienta que os cidadãos repassem informações que ajudem a polícia no combate ao crime por meio do número do aplicativo Whatsapp (98) 9.9163.4899 e pelo aplicativo “Byzu”, compatível com todos os sistemas operacionais.

Últimos ataques
Os últimos ataques haviam sido registrados na noite de terça-feira (27), quando dois ônibus do transporte coletivo foram incendiados, um na Vila Conceição, na região do Coroadinho, e outro na região do Tibiri. Os veículos foram totalmente destruídos pelas chamas. Houve ainda o registro de tentativa de ataque a outro coletivo no Bairro de Fátima.

No último dia 12, bandidos incendiaram um coletivo que terminou com três pessoas feridas– entre elas a cobradora e o motorista do ônibus que fazia linha Caratatiuia-Praça Deodoro.

Em maio deste ano, uma série de ataques a ônibus em São Luís assustou a população. Ao todo, foram 14 ataques a ônibus realizados, onde seis foram totalmente destruídos.

A onda de violência na capital mobilizou até a Força Nacional, que veio a São Luís com o intuito de controlar a situação. Na época, 33 suspeitos foram presos ou apreendidos. Destes, de acordo com a SSP-MA, 12 são ligados a organizações criminosas; duas mulheres; e dois adolescentes que foram apreendidos.
Salas de aula foram incendiadas por suspeitos (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Fonte: G1 MA

Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo