Ministério Público pede anulação da decisão que absolveu ex-PM no MA

junho 04, 2016

Órgão ministerial solicitou a anulação nesta sexta-feira (3). Justiça absolveu Sandro Moretti Furtado de Oliveira na quinta-feira (2).


O Ministério Público do maranhão (MP-MA) entrou nesta sexta-feira (3) com recurso solicitando a anulação da decisão do júri que absolveu na quinta-feira (2), na 2ª Vara de Paço do Lumiar, situada na região metropolitana de São Luís, o ex-policial militar Sandro Moretti Furtado de Oliveira do crime de homicídio qualificado.

O ex-PM estava sendo acusado de ter matado o estudante Tácio Kaique Pereira Pires, de apenas 18 anos, durante uma briga de trânsito no município de Paço do Lumiar que ocorreu em novembro de 2010. Na ocasião, o estudante foi atingido com atingido com um tiro de arma de fogo de Sandro que na época pertencia a Corporação da Polícia Militar do Maranhão.

O advogado do réu, Erivelton Lago, diz que agora vai contestar a apelação apresentada pelo órgão ministerial, já que no momento do crime Sandro Moretti Furtado de Oliveira foi agredido várias vezes antes de decidir atirar contra o estudante.

“Nós explicamos que o réu foi agredido, insistentemente agredido antes do fato e no desenrolar para se defender ele teve que desferir um só tiro. Depois correu todo mundo. Ele foi para o hospital. Passou os 12 dias internado e depois morreu”, revelou o advogado Erivelton Lago.

Se o Tribunal de Justiça do Maranhão acatar a apelação do Ministério Público um novo júri será marcado.
Estudante Tácio Kaique Pereira Pires foi morto em novembro de 2010 após uma briga no trânsito em Paço do Lumiar (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo