Ex-PM e filho de policial civil são presos por extorsão

junho 09, 2016

Um policial militar da reserva e o filho de um policial civil da ativa foram presos nessa quarta-feira (8) suspeitos pelos crimes de roubo, extorsão, falsidade ideológica, falsificação de documentos públicos e organização criminosa no bairro Vila Nova, em São Luís (MA). Eles se passavam por agentes federais ou do Serviço de Inteligência da polícia para oferecer ‘proteção’ a pessoas que possuíam algum tipo de pendência em troca de dinheiro.

As prisões foram efetuadas pelo grupo da Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos (Diae) da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA). Os suspeitos foram identificados como Willame de Souza Belgas (ex-PM) e Rafael Fontinele Ferraz (filho do policial civil). Além do ex-policial militar e do filho do policial civil, um sargento da PM-MA da ativa, identificado como Jorge Benedito Pinho Souza, encontra-se foragido.

Com eles, a polícia apreendeu 16 cartões de crédito e de Previdência Social de instituições variadas e em nomes de várias pessoas; cinco CPFs em nomes de pessoas diversas; quatro carteiras de identidade da PM-MA, sendo adulterada em nome de Rafael Ferraz; duas CNHs em nome de Rafael; nove carteiras de identidade em nomes de várias pessoas; dois passaportes; cinco carteiras de trabalho e Previdência Social; e objetos como relógios, chaves de veículos, quantia de R$ 170, uma arma de fogo de brinquedo, celulares, além de dois veículos modelos EcoSport e Ka.

Segundo a polícia, as prisões aconteceram após o relato de uma das vítimas, que teve a residência invadida e objetos roubados. Para a quadrilha, ela teve que pagar R$ 2,3 mil.

O caso é investigado pelo 5º Distrito Policial (DP) no Anjo da Guarda, que tenta apurar se há outras vítimas do trio.

Prisões
Essa é a terceira prisão de agentes da Segurança Pública por envolvimento em crimes somente no mês de junho no Maranhão. Nessa quarta-feira, a Polícia Civil desarticulou uma quadrilha especializada em roubar e adulterar automóveis na região oeste do Maranhão. Entre os presos, está a do investigador de polícia Carlos José Carvalho. O policial civil da ativa é lotado no município de Açailândia (MA).


No fim de maio, um delegado da Polícia Civil identificado como Alexsandro de Oliveira Passos Dias foi preso em flagrante em Morros (MA), a 100 km de São Luís, por suspeita de desvio de combustível. Além do delegado, também foram presos mais dois funcionários administrativos identificados como Adernilson Carlos Silva e Paulo Jean Dias da Silva, ambos que atuam no setor de segurança em Morros.

Fonte: G1 MA



Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo