Turista morto na Imigrantes, em SP, foi atingido por pedra de mais de 20 kg

maio 27, 2016

Reinaldo Lima morreu enquanto dormia no banco de passageiros. Criminosos atacaram vários carros que passavam pelo local.


Um grupo formado por pelo menos 20 criminosos aterrorizou, durante a noite desta quinta-feira (26), os motoristas que seguiam para o litoral de São Paulo, pela Rodovia dos Imigrantes, para aproveitar o fim de semana prolongado. Além do turista de 17 anos que morreu após ser atingido por uma pedra enquanto dormia no banco de passageiros, pelo menos outras cinco pessoas tiveram os carros atingidos por rochas e registraram boletins de ocorrência. Ninguém foi preso. 

Reinaldo foi atingido por pedra e morreu na hora
(Foto: Reprodução/Facebook)
O turista morto, identificado como Reinaldo Lima de Souza Júnior, morava com a mãe em São Paulo e vinha passar o feriado na casa da tia, em Santos. Ele estava no carro com outras três pessoas quando, por volta das 22h, os criminosos começaram a arremessar pedras e galhos para bloquear a rodovia. Uma das pedras, que segundo a polícia pesava mais de 20 quilos, atingiu a cabeça dele, próximo ao km 59 da pista de descida da rodovia dos Imigrantes. Reinaldo não resistiu aos ferimentos e morreu.

O velório de Reinaldo acontece na tarde desta sexta-feira, no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra. "Ele era o meu sobrinho querido, o mais velho, sempre estava com a gente, participava de tudo. A gente acompanhava a vida dele, ajudava ele, era muito querido. É uma pessoa que vai fazer falta. O Reinaldo ia fazer 18 anos agora e, infelizmente, teve a vida interrompida por causa de vândalos", desabafou Rosane de Lima, tia da vítima.

Pedra de mais de 5 quilos ficou dentro do carro
atingido na Imigrantes (Foto: Rodrigo Nardelli / G1)
Uma mulher que estava sentada logo atrás de Júnior teve ferimentos no rosto. Além do carro onde estava a vítima, pelo menos outros cinco veículos foram atingidos por pedras e galhos arremessados por criminosos. O aposentado Roberto Massaji Tamamoto foi um dos primeiros a passar pelo local. Ele tentou escapar, mas duas pedras atingiram o carro dele.

"Vimos que o carro da frente estava quase parando e tinha uma barreira de pedra. O pessoal estava jogando várias pedras. Como ele conseguiu passar, eu segui logo atrás. Mesmo assim, uma pedra atingiu o meu carro. Logo depois, eles pegaram uma pedra maior com a mão e jogaram no parabrisa. Eu consegui ir até o posto rodoviário e pedi socorro. Outros motoristas estavam no local fazendo a mesma coisa", disse.

Dezenas de outros turistas que passaram pelo local na hora dos ataques também ficaram assustados com a ação dos criminosos. O prestador de serviço Arnaldo Júnior conta que os assaltantes invadiram a pista. "Eles jogaram uma pedra no carro do cara. Ele desviou e eu desviei também. Estourou dois pneus do meu carro. Eles invadiram a pista, tentaram parar o carro, mas eu acelerei e fui embora para procurar o primeirpo posto policial. Na sequência, apareceram uns dois ou três carros com o vidro quebrado e pneu furado", explicou.

Outro motorista, o contador Gustavo Braga Aguiar também fez um desabafo. "Vimos um galho enorme na pista e não deu tempo de desviar. O galho entrou embaixo do nosso carro, deu uma travada e paramos no acostamento. Foi uma cena estranha, um tumulto. Foi tudo muito rápido".
Pedra caiu atingiu carro de motorista que passava na rodovia (Foto: Leticia Ribeiro/Arquivo Pessoal)
Uma pedra estourou a frente do carro do autônomo Vlademir Donarumo, rasgou parte do teto do veículo e atingiu o braço da mulher dele. "A gente estava descendo a serra. Eu vi por volta de 20 ou 25 rapazes armados com ferro e madeira. Eles entraram na frente do carro e queriam que a gente parasse. Eu resolvi acelerar. Eu pensei que íamos tomar tiros. Jogaram uma pedra que foi parar no banco traseiro", falou.

Os ataques aconteceram em um trecho que recebeu iluminação e onde foram construídos muros para evitar a ação dos assaltantes. O trecho fica entre as duas bases da Polícia Rodoviária, que disse que, no momento dos ataques, havia policiamento no local. Os policiais, junto com funcionários da concessionária Ecovias, recolheram pedras e galhos que os criminosos deixaram na rodovia. Por enquanto, ninguém foi preso.
Pedras e galhos foram atiradas por criminosos na Imigrantes (Foto: Reprodução/TV Tribuna)
Posição da Polícia
Em nota enviada ao G1, a Polícia Civil diz que investiga a morte de um rapaz, ocorrida após uma tentativa de assalto, nesta quinta-feira (26), na Rodovia dos Imigrantes, em Cubatão. A Polícia Militar informa que, imediatamente, destinou viaturas ao local, porém, os criminosos fugiram em direção à comunidade da Vila Natal. Desde quarta-feira (25), a PM realiza a Operação Corpus Christi que cobre os mais de 22 mil km de rodovias estaduais e reforçará o policiamento na região do ocorrido.

Fonte: G1 Santos




Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo