MARANHÃO NEWS

16 maio, 2016

TERESINA: Rebelião na Casa de Custódia tem tiros, incêndio, depredação e feridos

Rebelião se alastrou por todos os pavilhões; Sejus confirmou dois feridos. Policiais do Rone e do Bope entraram na unidade para pacificar situação.

Casa de Custódia de Teresina registra motim (Foto: Fernando Brito/G1)
O motim na Casa de Custódia de Teresina, nesta segunda-feira (16), se alastrou e virou uma rebelião que tomou todos os pavilhões da unidade prisional. Os detentos quebraram celas, camas, grades, atearam fogo em colchões e lençóis. Policiais Militares do Ronda Ostensivas de Natureza Especiais (Rone) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope) entraram no local e o clima é de tensão. A reportagem do G1 escutou sons de muitas bombas e tiros.

A Secretaria de Justiça confirmou dois detentos feridos por balas de borracha.

Policiais militares entraram na Casa de Custódia
para controlar motim (Foto: Fernando Brito/G1)
Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda, nesse domingo (15) houve uma tentativa de homicídio no Pavilhão F e a diretoria puniu os detentos deste prédio suspendendo as visitas familiares que iriam ser realizadas nesta segunda-feira (16). Esse seria o motivo da rebelião.

Na frente da Casa, dezenas de parentes de presos suplicam por qualquer informação. Dona Maria do Rosário, mãe de um detento do pavilhão F, passou mal. Ela contou que recebeu informações de dentro de dentro do presídio de que o seu filho estaria baleado. O dado não foi confirmado pela Polícia Miliar.

A Secretaria de Justiça confirmou que o motim começou em apenas de dois pavilhões: F e H. Atualmente a Casa de Custódia de Teresina tem cerca de 900 detentos, mas possui capacidade para apenas 300.

Fonte: Ellyo Teixeira, Fernando Brito e Pedro Santiago





Compartilhe com seus amigos...
ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todo conteúdo é de inteira responsabilidade de seus autores.