MA NEWS
http://www.cabocampos.com.br/

Polícia indicia pais por morte de gêmeos de 4 anos em carro no RS

Wagner Wesley e Mary Diane, 4 anos, morreram em janeiro deste ano. Caso ocorreu em Júlio de Castilhos; pais eram negligentes, diz delegada.

Irmãos foram encontrados no carro da família (Foto: Montagem/Arquivo Pessoal)
A Polícia Civil concluiu o inquérito que apura a morte dos gêmeos de quatro anos dentro de um carro na cidade de Júlio de Castilhos, cidade da Região Central do Rio Grande do Sul. O pai, de 33 anos, e a mãe, de 27, serão indiciados por homicídio doloso (quando há intenção/quando assume) qualificado por asfixia.

O fato ocorreu no último dia 24 de janeiro. De acordo com a perícia, as crianças Wagner Wesley da Silva e Mary Diane da Silva de quatro anos morreram por asfixia em ambiente com baixa oxigenação e elevação de gás carbônico agravada pelo elevado calor. Elas foram encontradas dentro do carro da família, que estava estacionado em frente à casa onde moram.

Segundo a delegada responsável pelas investigações, Alessandra Padula, não ficou claro como as crianças foram parar dentro do carro. No entanto, os pais não deram falta dos filhos, que acabaram morrendo. O laudo da necropsia aponta que os irmãos ficaram pelo menos 30 minutos dentro do carro. A delegada diz que havia negligência dos pais.

“A gente construiu o histórico familiar para descobrir como as crianças viviam, e elas eram negligenciadas constantemente. Elas ficavam sozinhas em casa, ou com a irmã, que tem 11 anos, que também é uma criança. Eles tinham obrigação de cuidar dessas crianças e não o fizeram”, afirma ao G1.

A investigação durou pouco mais de três meses. O inquérito conta com 30 depoimentos, de vizinhos e de familiares. A mãe dos gêmes foi ouvida três vezes. A irmã das crianças, de 11 anos, é filha apenas da mulher. Ela está fazendo tratamento psicológico.

O inquérito deve ser entregue à Justiça ainda nesta sexta-feira (6).

Fonte: G1 RS





0 comentários: