MARANHÃO NEWS

04 maio, 2016

Cabo Campos cobra as promoções dos praças da Polícia Militar em conformidade com que foi acordado

O deputado Cabo Campos, hoje (02), da tribuna da Assembléia Legislativa, disse que no ano passado, foi assinado um acordo com o governo do estado do Maranhão com três itens que falavam da ascensão profissional no quadro de oficiais administrativos que vai até a patente de capitão, que poderia ascender até a patente de coronel.

Deputado Cabo Campos. Foto: Divulgação
“Nós temos duas formas de entrada na corporação: um como soldado e outra como oficial. Soldado faz o Curso de Formação de Soldado e Oficiais fazem o Curso de Formação de Oficiais. E o soldado pode chegar hoje até a patente de capitão, com muita sorte, alguns artifícios e alguns atributos que ele pode ter. O certo seria fazer uma só carreira, uma só entrada, fazendo a carreira única. Este seria o correto, porém já houve um recuo das associações quando aceitaram que o quadro QAO chegasse até Coronel, continuaria as duas formas de entrada. Ficamos felizes com isso porque todos nós sabemos que o ser humano precisa de aspirações e ele precisa de uma motivação, ele precisa saber que ele pode trabalhar que vai ter a valorização profissional necessária e que ele vai ascender na carreira”, alertou Campos.

Segundo o deputado, ele sofreu muito com isso, visto que passou 22 anos na corporação e que chegou somente a patente de Cabo, coisa que levou muitas pessoas apontar o dedo: “Ou ele é incompetente, ou não tem capacidade intelectual, ou é bloqueado no quartel. E nenhuma das três opções é verdadeira; muito pelo contrário, o meu comportamento é excepcional, apesar das prisões que levei pela luta da categoria”, lembrou o deputado.

Cabo Campos disse que houve uma reunião na semana passada que nos entristeceu, porque o sonho de chegarmos até coronel está indo por água a baixo, porque estão deixando, querendo colocar somente a patente de Major. É um avanço? É muito mediano, ainda mais se levarmos em conta duas situações: a postagem do Caio Hostílio, que diz que aquele documento diz que você amplia você reduz ainda mais o interstício para dar promoções para os oficiais, e o nosso interstício de praça está amarrado.

“Agora pasmem! O absurdo que é isso! Para encerrar, na Polícia Militar, eu fiz até uns vídeos com isso, no Corpo de Bombeiros, no universo, de 1200 bombeiros homens e mulheres estão pedindo 36 vagas de major, mas na Polícia Militar, no universo de 9.045 vagas, homens e mulheres, estão pedindo apenas 30. Já que proporcionalmente o número de vagas da Polícia Militar, de componentes da polícia militar, é cinco vezes mais, tinha que ser cinco vezes mais também o número de vagas. Porém, nós queremos somente que o nosso processo original passe que é de 84 vagas para major”, cobrou o deputado Cabo Campos.

Compartilhe com seus amigos...
ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todo conteúdo é de inteira responsabilidade de seus autores.