MARANHÃO NEWS

13 maio, 2016

Adolescente morre atingida por bala perdida no Morro do Juramento, Rio

Traficantes de facção rival invadiram a comunidade.  Polícia Militar realiza operação na comunidade na manhã desta sexta (13).


Uma adolescente de 14 anos morreu durante confronto entre traficantes de facções rivais no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte do Rio, na noite desta quinta-feira (12). A menina levou um tiro no peito, chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Com a adolescente, o Rio soma ao menos oito vítimas de balas perdidas, em sete dias, com três mortes confirmadas.

Por causa do confronto, a policiais militares dos batalhões de Irajá, do Méier e do Batalhão de Operações Especiais (Bope) realizava uma operação na comunidade na manhã desta sexta (13).
PMs fazem operação no Morro do Juramento, Zona Norte do Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)
A troca de tiros começou por volta das 19h e durou a madrugada inteira. Durante o confronto, um jovem de 14 anos também foi atingido no braço, foi levado para a UPA de Irajá e passa bem. O rapaz não tem passagem pela polícia e foi apreendido pela polícia.

Nas redes sociais, moradores relatavam, a todo instante, a insegurança e o medo. “Invasão de traficantes no Juramente, nesse momento". “Menor me mandou áudio de como tá o Juramento, parece até o Iraque, filho, muito tiro."

“Não sai de casa, tá? Tem mais de cinco carros lotados, van lotada, na Pedreira, tentando sair, pra dar reforço no Juramento. Então, não fica de bobeira na rua", dizia outra mensagem na rede social.

Passageiros do metrô disseram que quando estavam entre as estações de Tomás Coelho e Engenho da Rainha, uma bala perdida atingiu a janela de um dos vagões. Os passageiros publicaram uma foto em uma rede social mostrando o projétil no chão do vagão. O Metrô Rio disse que o trem foi atingido por uma pedrada, que ninguém ficou ferido e não foi preciso interromper o serviço.

Um motorista disse que o carro foi atingido por uma bala de fuzil. O viaduto de Del Castilho, onde o motorista conta que estava, fica a quase sete quilômetros do Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho. A comunidade fica às margens da Avenida Pastor Martin Luther King Júnior, a antiga Automóvel Clube.

Uma mulher, que não quis se identificar, disse que amigos dela, que moram no Juramento, desistiram de ir à igreja por causa dos tiros. Três homens foram presos, dois fuzis, uma pistola e um rádio transmissor foram apreendidos.

Fonte: G1 Rio




Compartilhe com seus amigos...
ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todo conteúdo é de inteira responsabilidade de seus autores.