'Estão se achando', diz vereador sobre mulheres em discurso no RS

março 10, 2016

Parlamentar de Capão da Canoa disse que 'mulher foi desgraça do homem'. Vídeo foi compartilhado nas redes sociais e causou revolta de mulheres.


Um vereador de Capão da Canoa, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, causou polêmica com um discurso no Dia Internacional da Mulher, celebrado na terça-feira (8). Um dia antes, na segunda-feira (7), Dilceu Medeiros Lopes (PDT) falou sobre a data durante uma sessão ordinária da Câmara Municipal (veja no vídeo acima).

Dilceu, que também é médico, foi procurado pela reportagem do G1. A secretária do seu consultório em Capão da Canoa informou que ele estava em uma consulta e que, se tivesse interesse, retornaria para comentar o assunto. Até o momento da publicação desta matéria, o vereador não havia entrado em contato com a reportagem.

Vereador fez discurso sobre Dia Internacional da
Mulher (Foto: Reprodução/YouTube)
Em um momento do discurso, o parlamentar afirma que as mulheres "estão se achando". Ainda disse que o sexo feminino foi a "desgraça do homem" e que a mulher, “não satisfeita disso, carregou a desgraça para o mundo todo”. Na sequência, ao abordar a passagem bíblica de Adão e Eva, ele diz que Eva “fez todo aquele estrago ainda e veio dar uma de pose de rainha e dizer que não tinha feito nada. E vem cheia de glória aqui dizendo que tem todos os maiores direitos.”

Dilceu finaliza, entretanto, parabenizando as mulheres pela data: “Dessa forma, de uma forma bem elegante, parabenizar pelo Dia Internacional da Mulher, que foi uma conquista de uma época bem difícil, todos nós sabemos. E merecidamente.”

A fala do vereador foi divulgada em uma página no Facebook. A postagem chama a atenção para um “discurso machista em "homenagem" ao dia da mulher na Câmara de Capão da Canoa” e diz que “Com frases como ''estão se achando'' e ''querem ser igual ao homem'', o vereador causou um grande constrangimento no local.

Moradores do município litorâneo registraram nos comentários opiniões contrárias ao discurso. Uma delas diz "Vergonha alheia, o Ministério Público precisa tomar uma providência com relação a ofensas proferidas às mulheres... A tribuna da Câmara de Vereadores não é o púlpito de uma igreja e nem uma mesa de bar."

Fonte: G1 RS

Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo