MA NEWS
http://www.cabocampos.com.br/

Em Ananindeua eletricista é morto a tiros por dois homens

Assassinato de Vandercley Pantoja está sendo investigado pela polícia, que encontra dificuldades devido a falta de maiores informações. (Foto: J.R Avelar/Diário do Pará)
Um homem de 36 anos, que trabalhava realizando serviços de eletricista, foi alvejado com 3 tiros e acabou morrendo, na noite desta sexta-feira (04), no meio da Passagem Santo Amaro com a Rua Santa Fé, no bairro do Icuí, em Ananindeua.

Os primeiros levantamentos do homicídio foram feitos pelos policiais militares da viatura 0616, que foram autorizados a se deslocarem para o local pelo Centro Integrado de Operações (Ciop), depois que uma pessoa ligou informando do baleamento de um homem.

A vítima foi identificada como Vandercley Gonçalves Pantoja. Segundo uma prima da vítima, Vandercley esteve com ela durante meia hora em uma academia, conversando. Ao sair, foi morto por 2 homens que estavam em uma motocicleta.

LEI DO SILÊNCIO

Familiares de Vandercley não souberam informar que motivos levaram a vítima a ser morta, nem se ele vinha recebendo ameaças de morte. Ninguém na Passagem Santo Amaro conseguiu identificar os criminosos.

Muito embora o homicídio tenha acontecido antes das 20h, e na Passagem Santo Amaro o movimento de pessoas fosse considerável para o momento, nenhuma testemunha quis passar mais detalhes sobre os criminosos, certamente temendo represálias. 

“Esta rua e um corredor de fuga aqui no Icuí. Disseram que depois de balear o rapaz, eles subiram na motocicleta e saíram em disparada. Não deu tempo nem de anotar a cor e a placa da moto”, revelou um dos poucos moradores que se atreveram a sair de casa para ver o corpo.

Perto do corpo era possível ver um “voltímetro”, aparelho usado por eletricista, o que demonstra que a vítima vinha de algum serviço. Peritos do Instituto de Criminalística estiveram fazendo o levantamento de local de crime e perceberam 3 perfurações de bala no corpo da vítima. Policiais civis da Divisão de Homicídios, através do delegado Fernando, colheram informações com familiares e testemunhas, que serão repassadas para a Seccional Urbana da Cidade Nova, responsável pela apuração em inquérito do homicídio.

Fonte: J.R. Avelar/Diário do Pará

0 comentários: