MARANHÃO NEWS

28 março, 2016

Dezesseis vítimas de homicídios dão entrada no IML no feriadão

No sábado, foi registrado o maior número de casos: dez, no total.

A maioria foi morta por arma de fogo. - Foto: Biné Morais/O Estado 
SÃO LUÍS – O Instituto Médico Legal (IML) da capital registrou, nesse feriadão, 16 corpos de vítimas de homicídios. De sexta-feira (25) até ontem (27), houve casos de assassinatos por arma branca, de fogo e espancamento. 

Na sexta, deram entrada no IML dois corpos, que não foram identificados, dos bairros Maracanã e Maioba, além de outra vítima do município de Raposa, identificada como Railson Pinheiro. Todos foram vítimas de arma branca. 

Ainda no primeiro dia do feriadão, um detento beneficiado com saída temporária foi morto por três criminosos que roubaram uma moto na MA-202, Estrada da Maioba, e efetuaram a execução na Pindoba. A vítima foi Valterlan Brito Morais, de 22 anos, que chegou a ser levado ao Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrao II), mas não resistiu.

No sábado (26), mais dez pessoas foram mortas por homicídios. São elas, Ana Duarte, de 51 anos, bailarina vítima de latrocínio na BR-135; José Ribamar Alves Sousa, de 51, morto a tiros na região da Vila Mauro Fecury; Richardson Cleiton dos Passos, de 31 anos, vítima de espancamento na Vila Vitória; Herbert Evangelista Pereira, de 18, assassinado por arma de fogo, chegando a ser internado no Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I); Richardson Costa Santos, assassinado por arma de fogo no Miritiua; João dos Santos Ribeiro, de 43, vítima de arma branca procedente do Socorrão I; e João Benedito Matos Coelho Neto, de 50 anos, morto a tiros no Novo Aurora. 

Também foram mortos dois adolescentes. Tialison Pavão Neto, de 15, que foi levado ao Socorrão I após ser atingido por tiros, mas não resistiu. E Valderlândia Maria Reis Pinto, de 13, também levada ao Socorrão II, depois de ser baleada. 

Um empresário do ramo de extração de areia, também, foi morto com vários tiros de arma de fogo no município de Santa Rita no sábado. Dois homens em um veículo Corsa Classic se dirigiram até o local, e o ocupante desceu e perguntou a Sóstenes Marques Cavalcante, de 62 anos, sobre os preços da areia. Enquanto respondia, o criminoso sacou um revólver e efetuou vários disparos. Em seguida, o motorista saiu do carro e disparou mais tiros de espingarda contra a vítima. Na fuga, eles incendiaram o carro. 

Nesse domingo, mais dois casos foram registrados. Edson Luan Sousa Nascimento, de 20 anos, foi morto a tiros no Coroadinho, e Leandro Mendes Pereira, de 27, foi assassinado no bairro do Fumacê.



Compartilhe com seus amigos...
ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todo conteúdo é de inteira responsabilidade de seus autores.