Crianças são libertadas após serem acorrentadas por tia e somem na BA - Maranhão News

Post Top Ad

Crianças são libertadas após serem acorrentadas por tia e somem na BA

Crianças são libertadas após serem acorrentadas por tia e somem na BA

Share This

Caso ocorreu na cidade de Mucuri, no sul do estado, no domingo (27). Segundo Conselho Tutelar, mulher acorrentou meninos para viajar.

Retirada das correntes foi filmada e publicada na internet (Foto: Reprodução/ Facebook)
Dois meninos de sete e nove anos estão desaparecidos no distrito de Itabatã, no município de Mucuri, no sul da Bahia, desde o domingo (27), após serem libertados por vizinhos depois de terem os pés acorrentados pela tia. De acordo com o Conselho Tutelar da cidade, a parente, que cuidava das crianças, contou que amarrou os meninos porque eles costumavam praticar roubos e precisou viajar no sábado (26) para a cidade de Itamaraju.

Segundo a conselheira tutelar Maria D'Ajuda Oliveira da Silva, as crianças conseguiram sair de casa e andaram cerca de 30 metros na manhã de domingo (27), quando as correntes foram retiradas pelos vizinhos. Integrantes do conselho chegaram a fazer buscas pela região no domingo, mas não conseguiram localizar os meninos.

De acordo com a conselheira, a tia das crianças já havia procurado o órgão relatando que eles tinham roubado bicicletas. “Eles foram orientados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Centro de Referência de Assistência Social (Cras)”, conta Maria D'Ajuda.

A retirada das correntes pelos vizinhos chegou a ser filmada e publicada na internet, mas, conforme a conselheira, a pessoa que realizou a filmagem ainda não foi localizada. O caso foi denunciado ao conselho por meio de denúncia anônima por telefone, no domingo.

A tia das crianças retornou de Itamaraju à Mucuri ainda no domingo e foi ouvida pelo conselho. “A tia, que é lavradora, relatou que tinha que viajar e, para as crianças não fugirem, decidiu acorrentar. Eles roubavam e ela diz que não conseguia conter a situação”, conta Maria D'Ajuda. Segundo a conselheira, a parente cuida dos menores porque a mãe tem problemas com álcool e o pai morreu.

Segundo Maria D'Ajuda, o desaparecimento e a denúncia de maus tratos contra as crianças serão informados à delegacia da cidade nesta segunda (28).

Fonte: G1 BA

Nenhum comentário:

Post Bottom Ad

http://www.maranhaonews.net/