MA NEWS
http://www.cabocampos.com.br/

Prefeitura de Santa Inês está sem gestor após prisão de Ribamar Alves

Ele foi preso em flagrante por estupro e atualmente está preso na capital. Defesa do prefeito tenta nessa segunda-feira (1º) um habeas corpus.


A Prefeitura de Santa Inês, a 250 km de São Luís, está sem gestor desde a prisão de Ribamar Alves (PSB), ocorrida na última sexta-feira (29). Ele foi preso em flagrante por estupro e atualmente cumpre prisão preventiva no Centro de Detenção Provisória do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital.

Apesar da ausência do gestor, os setores continuam funcionando dentro da normalidade, segundo o chefe de gabinete. Na Câmara de Vereadores, até o momento, não tem nenhuma movimentação oficial sobre o caso do prefeito Ribamar Alves. Eles estão aguardando uma posição do presidente da Câmara.

O presidente da Câmara de santa Inês, vereador Orlando Mendes, disse que está aguardando o próximo passo da Justiça, já que os advogados de defesa do prefeito estão tentando nessa segunda-feira (1º) um habeas corpus.

Caso a Justiça negue este pedido e mantenha Ribamar Alves preso, os vereadores irão decidir em reunião o que será feito na ausência do prefeito do município.

Prisão
Ribamar Alves foi preso em flagrante pelo estupro de uma jovem de 18 anos. Segundo a polícia, a vítima é missionária da Igreja Adventista e trabalha como colportora (jovens que vendem livros para pagar os estudos).

Segundo o delegado Rafael Reis, a vítima afirmou, em depoimento, que o crime aconteceu entre 21h e 23h de quinta-feira (28). O prefeito teria convidado a jovem para a casa dele afirmando que compraria os livros que estavam à venda.

Após chegar à casa, ela aceitou sair no carro dele e conta que o prefeito teria entrado em um motel sem se identificar na entrada, onde a levou para o quarto e praticou o crime. A vítima afirmou que deixou claro que não queria fazer sexo e chorou durante todo o ato.







0 comentários: