Policial mata a mulher após discussão, no Paraná; filho adolescente é testemunha

fevereiro 23, 2016
Casal morreu na casa da família
Foto: Reprodução / Facebook
Um policial militar ambiental matou a própria mulher com um tiro na cabeça, antes de tirar a própria vida, na cidade de União da Vitória, no Paraná, na noite desta segunda-feira. De acordo com informações da Polícia Civil, as vítimas foram identificadas como Cleverson Franscico Zimmermann e Angélica Kiedis, ambos de 35 anos. As mortes aconteceram na casa da família, no bairro Nossa Senhora da Salete. O filho do casal, de 15 anos, testemunhou o assassinato da mãe.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o casal havia se reconciliado recentemente após uma breve separação, mas tinha um histórico de brigas. No dia do crime, ambos estavam em casa, na companhia dos três filhos, quando começaram um discussão. Vizinhos intercederam, retirando os dois mais novos do local. Apenas o adolescente de 15 anos ficou na residência.

Após um bate-boca, o policial militar ambiental sacou uma pistola .40 e atirou contra a mulher, que morreu na hora. Em seguida, ele usou o mesmo equipamento para disparar contra a própria cabeça. Ele também morreu no local.

O caso está sendo investigado pela delegacia de União da Vitória. Segundo o delegado titular da unidade, Douglas Posseidon, um inquérito já foi aberto para apurar as mortes.

Fonte: Extra

COMPARTILHE...

ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não correspondem ao Blog Maranhão News e todo o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

LEIA MAIS ESSAS

Previous
Next Post »