ASEFAPBM- MA: NOTA DE REPÚDIO AO GOVERNO DO MARANHÃO

fevereiro 15, 2016

NOTA DE REPÚDIO DA ASSOCIAÇÃO DAS ESPOSAS, FAMILIARES E AMIGOS DOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES DO MARANHÃO, CONTRA A POSTURA TOMADA POR ALGUNS OFICIAIS (DEUSES), EM DESMERECER O TRABALHO DAQUELES QUE REALMENTE SE ARRISCAM FAZENDO A SEGURANÇA PÚBLICA DO MARANHÃO.

São Luís, MA 09 de fevereiro de 2016.

A ASEFAPBM- MA, vem a público repudiar os atos de abusos de autoridades, praticados por alguns oficiais superiores da polícia militar do Maranhão, em menosprezar o serviço daqueles que são realmente responsáveis pela segurança pública, pois são eles (praças) que estão no dia-a-dia dentro de viaturas em condições precárias, fazendo o policiamento a pé com uniformes surrados e trocando tiros com armas velhas e doadas pelo Estado de São Paulo, e que muitas das vezes as deixam na mão, ou a sociedade acha que quem esta dentro de uma viatura é algum coronel ou oficial superior? Em alguns momentos sim, é o caso do oficial subalterno ou superior, quando está tirando serviço de oficial de dia ou CPU, ou seja, de um batalhão apenas um oficial é destacado para fiscalizar o policiamento, sendo as praças (soldados, cabos e sargentos) os verdadeiros responsáveis pelo policiamento em suas regiões, mas temos aqueles oficiais que vestem realmente a camisa e percebem que, o que os diferenciam das praças, é apenas a função e a remuneração, pois, são policiais militares iguais aos outros, podem prender e serem presos, são desses que a corporação e a sociedade precisam, e não daqueles que fazem da polícia um parque de diversão, PERGUNTAMOS A SOCIEDADE, QUANDO FOI A ULTIMA VEZ QUE OLHARAM UM CORONEL OU OFICIAL SUPERIOR FAZENDO POLICIAMENTO? TALVEZ, SEJAM VISTOS NESTE CARNAVAL, MAS LOGO QUE PASSAR A FESTIVIDADE, TUDO VOLTARA AO NORMAL, RETORNANDO TODOS PARA OS SEUS GABINETES. Já dissemos em outras notas, de que a nossa esperança, de termos um governador e um deputado estadual ou federal que olhassem pela tropa, seria ainda no ano de 2015 conquistados, mais a decepção não demorou a chegar, fomos todos enganados, temos um governador autoritário, que não recebe ninguém, nem mesmo os deputados, seu primeiro erro foi a escolha do antigo Comandante Geral, depois veio o descumprimento das promessas com a referida categoria dos militares, e pelo visto dará continuidade com os erros. Ainda perguntamos, e agora para o novo Comandante Geral, cadê as apurações e as aberturas de IPM’s e Sindicâncias dos atos praticados pelos oficias contra seus subordinados? Atos estes configurados como crimes militares, citando alguns temos o do Coronel Miguel Neto de Bacabal, que cometeu vários crimes contra o CB Bandeira, a do Maj., Anderson no Caso da reintegração de posse da Vila Luizão, a do Aspirante Carlos, que agrediu o Sd. Breno com tapas no rosto, a do Coronel Wellington da Reserva Remunerada, o qual desacatou e ameaçou o policial militar e ainda desdenhou do salário das praças, a da agressão que sofreu o Sgt Agnaldo, dentro do Comando Geral pelo Maj. Washington, dentre outros. Diante de todos estes fatos a associação das esposas de militares, vem pedir apuração e abertura de sindicância e IPM contra os oficiais envolvidos, inclusive os Comandantes anteriores, por não terem tomados às devidas providencias, assumindo o risco, o atual Comandante Geral, de que se assim não o fizer, incorrera também nos mesmos erros dos seus antecessores, os quais são passiveis de responderem principalmente por crimes de Improbidade Administrativa, e o atual comandante por crime de prevaricação (art. 319 CPM) e condescendência criminosa (art. 322 CPM), conforme o caso e a legislação pertinente. QUESTIONAMOS também, o tratamento dados a estes homens e mulheres que tiveram as suas férias sustadas, em decorrência das festividades, pena esta imposta pelo numero insuficiente de policiais militares, seria bom demais se o valor pago pela Gratificação de Complementação de Jornada Operacional de R$ 150,00 fosse incorporado no subsidio do militar, mas o governo utiliza essa bonificação como moeda de troca de serviço, quando na verdade deveria era dar um salário mais digno para a tropa, pois tal procedimento só vem trazer prejuízo para o militar, já que ele tem uma vida estressante, sendo obrigado a trabalhar para o próprio Estado em seus dias de folga para alimentar suas famílias, é uma vergonha o tratamento dado á aqueles que arriscam suas vidas para salvaguardarem as de outros. 
OUTROSSIM, cobramos do atual Comandante Geral da Polícia Militar do Maranhão, Coronel Pereira, o cumprimento de suas palavras no seu discurso de posse, em reafirmar que não seria conivente com a indisciplina e a insubordinação, pois bem Coronel, esperamos o mais breve possível sua resposta diante dos fatos já relatados, em punir os oficiais envolvidos, não esperamos outra atitude de Vossa Senhoria, e que não utilize do corporativismo entre os oficiais, pois se assim o fizer estará indo contra o seu próprio discurso de posse, sendo uma forma injusta de conduzir sua tropa. RATIFICAMOS NOVAMENTE, E COBRAMOS DE VOSSA SENHORIA A ABERTURA DE PROCEDIMENTO INVESTIGATÓRIO DE POSSIVEL CRIME DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA DA GESTÃO ANTERIOR. 

Josilene de Jesus Medeiros
Presidente da ASEFAPBM-MA
(Associação das Esposas, Familiares e Amigos dos Policiais e Bombeiros Militares do Maranhão).

Fonte: Grupo da ASEFAPBM-MA no Facebook

COMPARTILHE...

ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não correspondem ao Blog Maranhão News e todo o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

LEIA MAIS ESSAS

Previous
Next Post »