MA NEWS
http://www.cabocampos.com.br/
http://www.maranhaonews.net/

Para fugir de assalto no MA, mulher se joga de ônibus e morre na queda

Marciléia Furtado, de 34 anos, bateu a cabeça durante a queda. Segundo a polícia, três suspeitos praticaram o assalto.

Passageiros se desesperaram e tentaram pular do
ônibus em movimento (Foto: Divulgação/ Polícia Militar)

Uma mulher identificada como Marciléia Furtado, de 34 anos, morreu ao se jogar de um ônibus em movimento na noite desta quarta-feira (13), no bairro Alto do Turu em São Luís. Ela pulou do ônibus quando tentava fugir de um assalto e acabou batendo a cabeça, vindo a óbito no local.

Marciléia voltava do trabalho a noite quando o ônibus em que estava foi assaltado na avenida principal do bairro Alto do Turu. Segundo testemunhas, quando o assalto foi anunciado, vários passageiros fugiram pulando pela janela do ônibus. Marciléia tentou, mas ao cair bateu com a cabeça e morreu. Ela trabalhava em uma clínica, era casada e deixa dois filhos.

Marciléia Furtado, de 34 anos, morreu ao se jogar do ônibus para fugir de assalto no MA (Foto: Divulgação/ Polícia Militar)
Marciléia morreu ao se jogar do ônibus para fugir
de assalto no MA (Foto: Divulgação/ Polícia Militar)
Segundo o tenente Kleber, do 8º Batalhão da Polícia Militar, três pessoas participaram do assalto ao coletivo que fazia a linha Alto do Turu-Cohab.

“Um casal entrou no ônibus no Terminal da Cohab e o outro entrou quando o ônibus já tinha saído, próximo a Maternidade Marly Sarney. Esse último estava trazendo as armas”, relatou.

Ainda de acordo com a polícia, mesmo depois de causar a morte de Marciléia, os bandidos obrigaram o motorista a levar o ônibus para um terreno isolado conhecido como ‘Limpão’, no bairro Parque Jair. Lá, roubaram todos os pertences de passageiros, motorista, cobrador e a renda do coletivo. Logo em seguida fugiram do local.

A polícia ainda fez buscas pelo local na intenção de encontrar os suspeitos, mas até a publicação desta matéria ninguém havia sido preso. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA) para saber mais detalhes sobre o caso e aguarda retorno.

Fonte: G1 MA



0 comentários: