Operação ‘Cerco Total’ garante tranquilidade nos bairros

janeiro 24, 2016
Operação ‘Cerco Total’ garante tranquilidade nos bairros. Foto: Gilson Teixeira/Secom
Mal saíram da apresentação realizada no Quartel da Polícia Militar na última sexta-feira, 22, as viaturas equipadas com sistema de radiocomunicação e que integravam a operação ‘Cerco Total’ já tinham o primeiro chamado da missão. Era uma suspeita de assalto a ônibus registrada na Avenida Beira Mar, na Praça Maria Aragão. Logo após o chamado, em dois minutos, o reforço de outras quatro viaturas estava no local. Os suspeitos foram levados ao Plantão Central e os passageiros puderam seguir a viagem.

Há um ano na profissão, Demi Vieira é motorista da linha de ônibus Vila – Luizão /Holandeses e elogiou a Polícia quando o veículo que conduzia foi parado e revistado no dia 22. “É muito bom, isso inibe os assaltantes e a gente fica mais tranquilo para trabalhar”, afirmou.

Postados nas proximidades do Terminal da Praia Grande, além de revistar os passageiros, os policiais aproveitavam o momento e conversavam com os motoristas e cobradores que passavam pelo local. Essa era apenas uma das ações que integravam a operação “Cerco Total”, que simultaneamente estava sendo realizada em outras seis áreas da capital.

Operação ‘Cerco Total’ garante tranquilidade nos bairros.
Foto: Gilson Teixeira/Secom
Além dos ônibus, os mais de 100 homens e 30 viaturas das guarnições de todos os nove batalhões de polícia da capital e dos grupos especiais como Rotam, Batalhão de Choque e Companhia Rodoviária Estadual, realizavam incursões também nos bairros. Essas equipes se somavam às da operação “Malha Rodoviária” e, como num grande “pente fino”, procuravam possíveis focos de conflitos armados, tráfico de drogas e assaltos, com um claro objetivo: a prevenção.

“Queremos dar a sensação de segurança e estar perto da população. Vamos fechar o cerco contra a criminalidade”, declarou o Comandante Geral da PM, coronel Pereira, durante a formação que os policiais fazem antes de cair em campo para uma nova missão.

Após perguntar se o motorista tinha visto outras barreiras e o que precisava melhorar na operação, o comandante Pereira prontamente acatou às sugestões. “Só ontem fui parado duas vezes. Agora acho que precisa revistar as bolsas das mulheres e também tem que fazer isso sempre”, afirmou Demi.

Sugestão dada, missão cumprida. Além da revista completa nos ônibus, a Operação “Cerco Total” será realizada todos os finais de semana em São Luís. Ela reforçará o policiamento ostensivo preventivo e, caso necessite, repressivo, nos locais de maior aglomeração de pessoas e veículos, dentro do que foi previamente mapeado como ponto vulnerável à criminalidade na capital.

Apoio Popular

Operação ‘Cerco Total’ garante tranquilidade nos bairros.
Foto: Gilson Teixeira/Secom
Dono de uma venda de churrasquinho no Bairro de Fátima, o comerciante Pedro das Neves afirmou que o medo acabou afastando os consumidores e o antigo costume dos moradores de conversarem em suas portas e circularem à noite no bairro. Os prejuízos não foram apenas materiais e ele gostou de ver equipes do Batalhão de Choque e policiais militares em motocicletas percorrendo as ruas e vielas do local.

“A gente precisa disso há muito tempo, temos medo das ruas e é muito bom ver a polícia aqui. Quero que venham sempre”, declarou o comerciante.
Cleia Mendes, também moradora do Bairro de Fátima, estava de carona quando o carro dos amigos foi parado e vistoriado. Ela não se incomodou com a abordagem. “De forma alguma isso é um transtorno. Moro aqui há 12 anos e precisamos sim desse acompanhamento da polícia”, explicou.
De acordo com o Coronel Pereira, as abordagens a pessoas e veículos serão o mais ostensivas possível. “O policial deve respeitar o cidadão, mas precisaremos revistar e averiguar o maior número de pessoas e veículos que conseguirmos”, explicou.

Nova realidade
Operação ‘Cerco Total’ garante tranquilidade nos bairros. Foto: Gilson Teixeira/Secom
Para que ações como a da “Operação Cerco Total” e da “Malha Metropolitana” fossem efetivadas, o Governo do Maranhão teve que estabelecer, entre as suas metas, o aumento do efetivo policial. Em janeiro de 2016, o governador Flávio Dino realizou a convocação de 1.500 novos policiais aprovados no último concurso. Após meses de preparo no Curso de Formação, os militares concluíram o treinamento no final de dezembro e começaram a trabalhar, reforçando as ações de segurança.

Além disso, a aquisição de novos equipamentos, como rádios de comunicação, 30 modernas viaturas permitiram a realização das operações.

“Elas são muito boas, facilita o nosso trabalho e a gente consegue dar respostas à população”, afirmou o recém –nomeado soldado Francisco Arruda. Ele que já trabalhou como guarda municipal, afirma estar feliz na nova profissão e sonha colaborar sempre com a segurança da população. “Sempre foi um sonho e consegui realiza-lo agora. Já fui guarda municipal e agora quero seguir sempre na carreira de segurança pública, quero servir à nossa população”, declarou.




Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo