MA NEWS
http://www.cabocampos.com.br/
http://www.maranhaonews.net/

Jovens têm 'aulas' sobre como roubar vítimas no Centro do Rio

'Vai atacando, passa na moral', ensina um homem a jovens do grupo. Após exibição de imagens de roubos, PM reforça policiamento na região.

video

Uma especialista em leitura labial analisou as imagens de flagrantes de roubos no Centro do Rio, exibidas pelo RJTV nesta terça-feira (5), e descreveu como um homem ensina um grupo de jovens a roubar. Reunidos próximo ao local dos assaltos, eles ouvem um homem de camisa vermelha explicar como deve ser a abordagem das vítimas.

"Toma cuidado e presta atenção com o que tu tá fazendo porque, não é assim, enfiar o peito não, desse jeito não vai adiantar", ensina.

"Quando chegar na hora, assim, tem que pegar o cara mandar o c... e não vai soltar a mão e atacar assim, vai atacando, passa na moral. Vai fazendo assim ó, com o braço empurrando pra lá, girando para o lado e abaixa, batendo e segura o braço contra o peito e empurrando assim vai puxar arma e aponta e mete pau”, explica o homem aos adolescentes.
Imagem de um dos flagrantes de roubo no Centro do Rio (Foto: Reprodução/ TV Globo)
Policiamento reforçado
Na manhã desta quarta-feira (6), o policiamento estava reforçado na região onde os roubos foram filmados. Na terça, três suspeitos foram detidos e um menor recolhido pela polícia. Uma imagem enviada por telespectador mostra uma abordagem da PM. (veja no vídeo acima)

Segundo o comandante do 5º Batalhão da PM, tenente-coronel Wagner Guerci, o patrulhamento no Largo da Carioca foi reforçado há três meses. Mesmo vendo as imagens dos assaltos, ele considera que a medida foi suficiente para combater os crimes.

"Os policiais estão ali, estão atuantes, tanto que os resultados mostram que essa atuação do policial vem tendo bons resultados. A estratégia tem funcionado", afirmou. A Polícia Militar disse que, a partir desta quarta, mais trinta PMs vão fazer o patrulhamento na região.

Segundo a Polícia Civil, foram apreendindos 120 adolescentes desde maio do ano passado, quando um homem foi esfaqueado durante um assalto no Centro do Rio.

"Vamos analisar as imagens e vamos proceder também à identificação desses adolescentes e também dos maiores que estão aparecendo nas imagens. Eles responderão também, ou pela receptação, se estiverem recebendo o produto do roubo desses adolescentes, ou pela formação de quadrilha comprovada que eles tão ali para dar um auxílio, um apoio maior a eles”, afirmou o delegado Alessandro Petralanda.

O Ministério Público diz que trabalha para encontrar uma forma mais eficiente de punir os menores. A ideia é fortalecer as medidas socioeducativas que os infratores cumprem em liberdade e melhorar as condições das unidades de internação, que hoje estão superlotadas.

Fonte:  G1 Rio

0 comentários: