Polícia investiga a morte de um paciente em uma clínica de São Luís

dezembro 20, 2015

Vítor Alves Sales, de 21 anos, estava em tratamento contra as drogas. Parentes afirmam que ele foi espancado dentro da clínica São Francisco.

A polícia está investigando o possível assassinato do paciente de Vítor Alves Sales, de 21 anos, que estava internado na clínica São Francisco de neuropsiquiatria, na Cidade Operária, em São Luís. Parentes da vítima protestaram nesta sexta-feira (18).

A mãe de Vítor, Claudineide Alves Sales, disse que o internou na clínica no dia 23 de novembro para fazer um tratamento contra as drogas e só poderia visitá-lo 15 dias depois. No dia 8 de dezembro, ela foi até lá, mas não pode ver o filho mesmo tendo completado 16 dias de internação.

No dia 14 de dezembro, ela recebeu uma ligação de um funcionário da clínica dizendo que o filho havia sido levado o Socorrão II. “Quando ligaram para mim disseram que o Vítor teve uma pequena discussão no hospital, ele foi levado para o Socorrão II e está na UTI”, contou Claudineide.

Parentes afirmam que ele foi espancado dentro da clínica e a família não foi procurada para receber explicações. A polícia já ouviu funcionários da clínica e está aguardando o resultado do laudo do IML.

O delegado Jeffrey Furtado também vai analisar o prontuário aberto no Socorrão II onde Vítor foi internado para saber quem o atendeu e em que estado ele chegou lá. “Acreditamos que com a tomada de todos esses depoimentos e com a chegada do laudo de necropsia que foi realizado no corpo da vítima a agente vai esclarecer o que realmente aconteceu”, explicou.

A clínica São Francisco de neuropsiquiatria disse que não pratica nenhum tipo de discriminação e que está à disposição para esclarecer as informações necessárias para elucidar o que aconteceu.


Fonte: G1 MA

Compartilhe

Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todos o conteúdo é de inteira responsabilidades de seus autores

Relacionadas

Anterior
« Proximo