MARANHÃO NEWS

14 dezembro, 2015

PM prende suspeito de matar e esquartejar homem em casa de Sabará (MG)

Militares encontraram o corpo da vítima após uma denúncia anônima

Crime aconteceu em um barracão onde o autor morava
Foto: Record Minas
A PM (Polícia Militar) prendeu na noite de domingo (13) o suspeito de matar e esquartejar um homem dentro de sua casa em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte. O corpo foi encontrado dentro de um saco preto em um dos cômodos da residência do autor. 

Segundo a PM, durante patrulhamento pela cidade de Sabará, militares do 61º Batalhão foram abordados por uma mulher que não quis se identificar e que informou que havia um corpo esquartejado dentro de uma casa no bairro Nações Unidas. Ela também teria informado o nome do proprietário do imóvel e disse que ele e outros dois comparsas seriam os autores do crime. 

Os militares foram até o local e, ao chegar à casa, depararam com um homem saindo. Ele teria ficado bastante nervoso e, quando os militares perguntaram pelo dono do imóvel, ele autorizou a entrada dos policiais e apontou para o cômodo onde ele estava. 

Ainda conforme a PM, o suspeito estaria agachado tentando esconder algo e, antes que os militares dissessem qualquer coisa, o homem teria dito: "Não tenho nada a ver, não estava junto, podem revistar minha casa". 

Em seguida, os policiais avistaram um saco preto ao lado de um guarda-roupas e, ao ser questionado sobre o que tinha dentro, o homem teria ficado bastante nervoso e voltou a dizer que não estava junto e que os autores seriam outros dois homens. 

Ao abrir o saco plástico, a PM encontrou pedaços de um corpo. Segundo o autor, a vítima seria Roberto Leandro Felipe, de 35 anos, morador do bairro General Carneiro. O suspeito disse ainda que o rapaz seria usuário de drogas, mas não informou a motivação do crime. 

Após ser pressionado, o dono da casa confessou ter participado do crime juntamente com outros dois suspeitos que não foram encontrados. O autor também inocentou o jovem que abriu a porta para a polícia e disse que ele não teve participação no assassinato, mas a PM o levou para prestar esclarecimentos. 

A perícia da Polícia Civil esteve na residência e constatou que a vítima foi morta com um corte no pescoço. O corpo foi reconhecido por familiares e agora o caso foi repassado à Polícia Civil, que já abriu uma investigação. Os outros dois envolvidos estão sendo procurados e um deles já tinha passagem pela polícia e seria monitorado por tornozeleira eletrônica.

Fonte: R7 Compartilhe com seus amigos...
ATENÇÃO: Somente os artigos assinalados não corresponde ao Blog Maranhão News e todo conteúdo é de inteira responsabilidade de seus autores.